O PSOL de Osasco protocolou na segunda-feira, 9, mais uma ação popular na Justiça pedindo a revogação do aumento da tarifa de ônibus em Osasco, que subiu de R$ 3,80 para R$ 4,20, alta de 10,5%, no fim do ano.

publicidade

“Na data de ontem (09/01) protocolamos uma ação popular com pedido liminar para a suspensão do reajuste tarifário do serviço de transporte coletivo municipal”, informa, em nota, o advogado do PSOL, Matheus Henrique Bortolucci Borges.

“Como formulamos pedido de tutela provisória de urgência (liminar), é possível que tenhamos uma decisão ainda hoje acerca da suspensão do reajuste”, avaliou ele nesta terça, 10.

publicidade

Na semana passada, o vereador Ralfi Silva, do PTN, mesmo partido do prefeito Rogério Lins, ingressou com ação semelhante.

Concessão 

No mérito da ação, além da revogação do aumento, o partido cobra a anulação da concessão do transporte municipal às empresas Viação Osasco e Urubupungá empresas por 20 anos.

publicidade

“O pedido tem por base ausência de transparência, por parte do Município, acerca dos critérios e procedimentos utilizados para o reajuste e também as omissões existentes nos contratos atualmente vigentes”, afirma o advogado Matheus Henrique Bortolucci Borges.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui