Manifestante e investigado

0

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

publicidade

O Supremo Tribunal Federal (STF) abriu inquérito contra o presidente nacional do DEM, senador Agripino Maia, que coordenou a campanha presidencial de Aécio Neves (PSDB). Curioso é que no dia 15, Agripino estava nas ruas protestando contra a corrupção. Agora é acusado por um empresário do Rio Grande do Norte de recebimento de propina de R$ 1 milhão para permitir um serviço de inspeção veicular naquele estado.

publicidade
Comentários