Manifestante e investigado

0

Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

publicidade

O Supremo Tribunal Federal (STF) abriu inquérito contra o presidente nacional do DEM, senador Agripino Maia, que coordenou a campanha presidencial de Aécio Neves (PSDB). Curioso é que no dia 15, Agripino estava nas ruas protestando contra a corrupção. Agora é acusado por um empresário do Rio Grande do Norte de recebimento de propina de R$ 1 milhão para permitir um serviço de inspeção veicular naquele estado.

publicidade
Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVisão Atenta
Próximo artigoDeputado compara esquema na Petrobras ao do “trensalão”