Início Política Márcio França diz que vai “estrangular” o PCC se for eleito governador

Márcio França diz que vai “estrangular” o PCC se for eleito governador

0

O candidato ao governo do estado Márcio França (PSB), falou, no debate promovido pelas empresas de comunicação Folha de S.Paulo, Uol e SBT nesta quarta-feira (19) sobre propostas para a área da Segurança Pública.

publicidade

“É possível combater o crime com a polícia sendo atuante, forte, não permitindo que os detentos fiquem dentro dos presídios mandando em pessoas lá fora. Para isso, vamos investir pesado em tecnologia, com scanners e vigilância permanente”, explicou.

Para Márcio França, o programa de Alistamento Civil Voluntário, que oferece cursos de qualificação e bolsas a jovens, é a chance de, em médio prazo, “sufocar” organizações criminosas como o PCC (Primeiro Comando da Capital). “Em vez de ficar enxugando gelo combatendo as ações desses grupos apenas, eu vou ‘estrangulá-los’, retirando a mão de obra que os mantém”, disse.

publicidade

Pelo projeto idealizado pelo governador, que já está em prática no estado e deve ser estendido a partir do ano que vem, cerca de 50 mil rapazes e moças entre 16 e 18 anos de 330 municípios de São Paulo recebem uma bolsa-auxílio de R$ 500 e se comprometem a fazer cursos técnicos e a trabalhar em ações públicas nas cidades, como serviços administrativos e conservação de praças, por exemplo.

Separação de polícias

França também explicou sua proposta de separar as polícias do estado em duas secretarias – hoje ambas são da pasta de Segurança Pública.

publicidade

“A Polícia Civil é judiciária. Eu proponho que ela fique, então, na Secretaria de Justiça, algo parecido com o que é feito com a Polícia Federal, que hoje tem bastante prestígio porque está com orçamento separado e tem bem mais recursos para desempenhar sua função”, afirmou.

O candidato a governador acredita que com dois orçamentos distintos as polícias Civil e Militar terão desempenhos melhores. “Temos 130 mil agentes atualmente no estado, admiro e respeito muito todos eles, mas sei que podem ir além em suas tarefas.”

Comentários