Maximiliano Nagl Garcez: Golpistas planejam mais ataques ao interesse nacional: desmonte da BR e da Liquigás

0
Maximiliano Nagl Garcez, advogado e consultor de entidades sindicais. Diretor para Assuntos Legislativos da Associação Latino-Americana de Advogados Laboralistas – ALAL. max@advocaciagarcez.adv.br

Maximiliano Nagl Garcez, advogado e consultor de entidades sindicais. Diretor para Assuntos Legislativos da Associação Latino-Americana de Advogados Laboralistas – ALAL. max@advocaciagarcez.adv.br
Maximiliano Nagl Garcez, advogado e consultor de entidades sindicais. Diretor para Assuntos Legislativos da Associação Latino-Americana de Advogados Laboralistas – ALAL. max@advocaciagarcez.adv.br

publicidade

Em artigo que publicamos em julho, alertamos para o grave atentado que está prestes a ser cometido contra os trabalhadores e contra o interesse nacional, por meio da aprovação do PL 4567/16, que altera a sistemática de partilha do pré-sal, impedindo o controle social e a defesa da soberania nacional, entregando-o a empresas estrangeiras e diminuindo os recursos para saúde e educação.

Desde então, novos fatos lamentáveis ocorreram envolvendo a Petrobras, e outros estão prestes a serem aprovados, caso a sociedade não se mobilize. No dia 22/7, como denuncia Ligia Deslandes, “a Petrobrás anunciou a venda “compartilhada” da BR. Se concretizado, este será um golpe fatal para o Sistema Petrobras. Empresários e políticos corruptos sabem muito bem como jogar e enganar aqueles que lhes dão guarida às ideias ultrapassadas. A intenção política está explícita. (…) Cabe ressaltar que a manutenção do Sistema não é só importante para os funcionários da Petrobras, mas, é também para os Estados, Municípios e toda a população brasileira. O sistema Petrobrás é indutor do desenvolvimento em todo o país. (…) Perdendo o controle sobre a BR, logo nossa marca será esquecida e, principalmente, perderemos a garantia de escoamento da produção das refinarias o que em pouco tempo, resultará no fim de todo o Sistema Petrobrás. (…) Vendem a Liquigás e o país perde a distribuição de gás de cozinha inclusive nas áreas mais remotas do país, onde outras distribuidoras não tem interesse em ir.”

publicidade

Além da tentativa de desmonte da BR Distribuidora e da Liquigás, o que seria péssimo para nosso país, também quer o governo golpista de Temer entregar, de modo claramente prejudicial ao interesse nacional, os campos maduros da Petrobras.

Fica cada dia mais claro qual foi o intuito dos golpistas: entregar as reservas naturais aos estrangeiros, precarizar as relações de trabalho (aprovando o nefasto PL 4330 e o também péssimo negociado sobre o legislado), destruir a saúde e educação pública. Mobilize-se. Não permita que o futuro de seus filhos e netos seja destruído pela atual direção da Petrobras e pelo governo de Temer golpista.

publicidade

Comentários