Menos ódio e mais democracia

0

Em nota divulgada nesta semana, a Federação Nacional dos Jornalistas (FENAJ) alertou a sociedade brasileira para o que ela define como “farsa praticada por muitos veículos de comunicação, que fazem proselitismo eleitoral disfarçado de jornalismo”. De fato, a entidade reclama que alguns dos principais veículos do país deixaram de lado a informação isenta, plural e ética para enveredarem no perigo das notícias tendenciosas e denúncias sem provas.

publicidade

A nota da FENAJ vai além ao sugerir que, como fez o Visão Oeste, “os veículos de comunicação poderiam fazer a opção de declarar apoio a uma candidatura, o que é prática comum em outros países do mundo. Ainda assim, não deveriam abdicar dos princípios teóricos, técnicos e éticos do Jornalismo para beneficiar um candidato. A opção, entretanto, é por afirmar uma falsa neutralidade e por abrir mão do jornalismo para enganar a sociedade”.

Principais veículos do país deixaram de lado a informação

Numa eleição que contou com um protagonismo inédito das redes sociais, a preocupação não é exagerada. Primeiro, para resgatar o compromisso ético do jornalismo. Segundo, para evitar que o proselitismo eleitoral seja transformado em ferramenta de amplificação e difusão do ódio, como temos visto na internet atualmente.

publicidade

Na era da informação, o conhecimento de todos os aspectos do presente é uma ferramenta para decidir rumos para o futuro, sobretudo no Brasil e na nossa democracia ainda em desenvolvimento. A história recente tem exemplos marcantes do quão prejudicial pode ser quando o equilíbrio se perde e o pêndulo tende para um dos lados.
Por isso, no próximo domingo, além de se municiarem da maior pluralidade possível de fontes de informação, será fundamental que os eleitores desfaçam-se das carrancas e discursos raivosos, para se dedicarem de corpo e alma ao salutar e altruísta exercício da democracia e da cidadania.

publicidade

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorDilma lidera e amplia vantagem
Próximo artigoCharge