Mesmo com proibição de Doria, FPF diz que Paulistão continua; jogos podem ocorrer no Rio e em Minas

0
doria paulistão
Reprodução

A Federação Paulista de Futebol (FPF) criticou a decisão do governo estadual de proibir a realização de eventos esportivos, como jogos de futebol, como uma das medidas de combate à alta de casos de covid-19 e declarou que o Campeonato Paulista vai continuar.

publicidade

É avaliada a possibilidade de os jogos do Paulistão serem realizados em outros estados durante o período de proibição em São Paulo, que vai do dia 15, segunda-feira, até pelo menos o dia 30 de março.

O governo do Rio de Janeiro já teria sido consultado e dado o aval à FPF para a realização de jogos do Campeonato Paulista nos estádios cariocas, segundo o portal Globoesporte.com. Minas Gerais também se ofereceu para receber partidas do Paulistão.

publicidade

Em nota sobre a decisão anunciada pelo governo do estado nesta quinta-feira (11), a entidade argumenta que: “A FPF e os clubes têm seguido todas as recomendações científicas e médicas, prezando pela saúde de todos, utilizando, inclusive, o esporte como plataforma de educação e orientação aos torcedores com informações referentes à prevenção e combate à covid-19”.

De acordo com a FPF, será realizada uma reunião na manhã de segunda-feira (15) para definir os rumos do Campeonato Paulista. A federação assegurou na nota que “o Campeonato Paulista seguirá seu curso de rodadas conforme previsto, as datas passarão eventualmente pelos ajustes necessários e a competição será concluída na mesma data prevista, 23 de maio”.

publicidade

Nota da Federação Paulista de Futebol sobre a proibição de atividades esportivas no estado entre os dias 15 e 30 de março:

“Após o anúncio do Governo do Estado de São Paulo, que determinou a Fase Emergencial do Plano São Paulo, a Federação Paulista de Futebol, os 16 clubes do Paulistão Sicredi – Série A1 se reuniram virtualmente nesta quinta-feira. Deste encontro, a FPF e os clubes se manifestam publicamente:

– A FPF e os clubes lamentam o gravíssimo nível que a pandemia de COVID-19 atingiu em São Paulo e no Brasil, com o alarmante aumento do número de casos e, principalmente, de mortes que estamos presenciando;

– Lembramos que há um ano o futebol de São Paulo, de forma consciente, paralisou suas atividades antes mesmo do início do período de quarentena imposto pelo Governo do Estado de São Paulo. Desde então, a FPF e os clubes têm seguido todas as recomendações científicas e médicas, prezando pela saúde de todos, utilizando, inclusive, o esporte como plataforma de educação e orientação aos torcedores com informações referentes à prevenção e combate à COVID-19;

– A FPF e os clubes reiteram que o rigoroso Protocolo de Saúde da competição, aprovado e elogiado pelo Ministério Público e pelo Centro de Contingência do Coronavírus, oferece aos profissionais do futebol e a todos os funcionários dos clubes um nível de controle não encontrado em qualquer outra atividade econômica, com testagens seriadas e acompanhamento médico diário. Desde o reinício dos jogos no ano passado, foram mais de 35 mil testes realizados por árbitros, atletas, profissionais e funcionários dos clubes de São Paulo;

– O Governo do Estado de São Paulo convidou a FPF e o Ministério Público Estadual para uma reunião às 9h de segunda-feira, na qual será discutido o calendário de jogos a fim de que, juntos, encontremos uma solução viável para adaptar as próximas rodadas da competição. Após este encontro, no mesmo dia, às 15h, FPF e clubes se reunirão para definir o agendamento dos jogos;

Por fim, FPF e clubes afirmam publicamente que o Campeonato Paulista seguirá seu curso de rodadas conforme previsto, as datas passarão eventualmente pelos ajustes necessários e a competição será concluída na mesma data prevista, 23 de maio”.

Comentários