Michelle Bolsonaro acusa Frota de “oportunismo” por pedir “CPI da Facada” e deputado rebate

0
michelle bolsonaro frota
Reprodução / Instagram

A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, acusou o deputado federal Alexandre Frota (PSDB-SP) de “oportunismo” ao pedir a instauração da “CPI da Facada” para investigar a hipótese de o ataque ao então candidato a presidente Jair Bolsonaro ter sido armado para favorecê-lo nas eleições de 2018.

publicidade

Michelle comentou em uma publicação de Thiago Gagliasso nas redes sociais dizendo que, já que Frota quer a “CPI da Facada”, Bolsonaro poderia propor a “CPI do Oportunismo”. “Lembro-me perfeitamente dele [Frota] na porta da minha casa”, escreveu a primeira-dama.

O deputado, que é morador de Cotia, rebateu: “Michele fala QUE a CPI da Facada é a CPI do oportunismo. Aliás, de OPORTUNISMO A PRIMEIRA DAMA DÁ AULA. Desde os tempos de secretária do PSC até a chegada ao Palácio”, afirmou, no Twitter.

publicidade

“Estou convencido de que foi uma armação”, declarou deputado sobre facada em Bolsonaro

Frota foi um dos apoiadores de Jair Bolsonaro nas eleições de 2018, mas depois rompeu com o presidente e hoje faz oposição e defende o impeachment. O pedido da “CPI da Facada” acontece após o lançamento de um polêmico documentário que questiona supostas omissões e contradições nas investigações sobre o ataque de Adélio Bispo de Oliveira.

publicidade

“Estou convencido de que foi uma armação. Aproveitaram a doença que esse sujeito (Bolsonaro) tinha na época e criaram essa narrativa do atentado. Ele foi de 8 segundos de TV para 24 horas de TV”, declarou o parlamentar.

Comentários