Início Política Ministro participa de campanhas

Ministro participa de campanhas

0
Aldo Rebelo (centro) em caminha com Toniolo (à direita) / Foto: Francysco Souza

Aldo Rebelo (centro) em caminha com Toniolo (à direita) / Foto: Francysco Souza
Aldo Rebelo (centro) em caminha com Toniolo (à direita) / Foto: Francysco Souza

publicidade

Durante passagem por Osasco na terça-feira, 2, o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, minimizou a ausência de projetos para a área nos discursos dos presidenciáveis nos dois debates realizados até o momento – o último na segunda, 1º, no SBT.

Rebelo minimiza ausência de Esportes em debates

“Devem estar guardando um tema tão importante para o debate final. É assim que eu espero”, disse Rebelo durante caminhada de campanha de candidatos de seu partido, o PCdoB, no calçadão de Osasco.
Ele negou que a ausência do tema esporte nos debates dos presidenciáveis seja uma mostra de que a área está em segundo plano no país. “Não creio, pelo contrário. O país que acolhe os dois maiores eventos esportivos do planeta, a Copa de 2014 e a Olimpíada de 2016 (no Rio de Janeiro), é porque tem o esporte como uma de suas prioridades”, afirmou.
“Nunca houve tantos investimentos no esporte como há hoje no Brasil, tantos projetos. Só o Plano Brasil Medalhas, que prepara nossos atletas para os Jogos de 2016, constitui um investimento de R$1 bilhão”, completou Aldo Rebelo.

publicidade

Rio 2016
Com os investimentos, destacou o ministro do Esporte, a expectativa é que o país supere com folga em 2016, no Rio de Janeiro, os resultados dos Jogos de Londres em 2012, quando o Brasil ficou na 22º posição no quadro de medalhas (três de ouro, cinco de prata e nove de bronze) na Olimpíada e em sétimo lugar na Paraolimpíada, com 43 medalhas (21 de ouro, 14 de prata e oito de bronze).

“Nosso desempenho [das delegações brasileiras] tem melhorado bastante e a nossa meta é chegar em 2016 lutando pelo quinto lugar na Paraolimpíada e até o décimo lugar na Olimpíada”, afirmou Aldo Rebelo em Osasco.
Um dos motivos para o otimismo apontados pelo ministro é o desempenho da delegação brasileira nos últimos Jogos Olímpicos da Juventude, realizados no mês passado, na China. O Brasil conquistou 15 medalhas, mais que o dobro das sete conquistadas em 2010.

publicidade

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVisão na Rede
Próximo artigoSantana de Parnaíba ganha seu primeiro parque