Moradores reclamam de aumento no IPTU

0

Em Cotia, uma revisão na Planta Genérica de Valores (PGV) do município causou aumentos de mais de 300% no IPTU e revoltou moradores. A Prefeitura alega que o valor do imposto estava defasado, pois a PGV não era atualizada desde1998.
“Nos casos em que o aumento [do imposto] foi superior a 15% significa que houve mudança dos dados cadastrais e alteração da classificação da categoria de construção. Para esta atualização, foram utilizados como base indicadores nacionais e regionais”, justifica a Prefeitura.

publicidade

“Até casa de cachorro foi considerada no reajuste”

A primeira de até 12 parcelas vence dia 20. Quem optar pelo pagamento a vista terá desconto de 10%.
Um grupo de moradores enviou à imprensa relatos de imóveis afetados pela revisão do valor. Há casos como o de um empresário cujo valor do tributo de sua casa passou de R$ 1.800,00 para R$ 3.600,00 (alta de 100%).
“Há residências que tiveram casa de cachorro considerada como área construída e cobraram a mais”, reclama o sindicalista Alex Sandro Pereira da Silva, o Alex da Força, do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e região.
“O aumento é abusivo. O correto seria haver uma lei estabelecendo um limite de reajuste de um ano para o outro, para isso não depender só do momento do prefeito e dos vereadores”.
A Prefeitura diz que quem não concordar com o aumento do IPTU pode solicitar revisão no Centro Bancário Municipal, na avenida Professor José Barreto, 25, Centro.

Outras cidades
Em Taboão da Serra, a Câmara aprovou em sessão extraordinária solicitação do prefeito Fernando Fernandes (PSDB) e autorizou a revisão da Planta Genérica de Valores do município. O objetivo é estudar forma de diminuir o valor do imposto a partir do ano que vem.
Osasco não divulgou o valor médio do reajuste, mas o valor venal dos imóveis foi corrigido. Os carnês começam a ser enviados dia 14, com vencimento da primeira parcela de até dez parcelas em fevereiro.
Em Barueri, as duas parcelas do IPTU vencem em março e abril. Em Santana de Parnaíba, quem tem carro emplacado no município pode usar até 10% do valor pago no IPVA como desconto no IPTU. De acordo com a Prefeitura, o valor pode ser pago em cota única, com vencimento dia 28, ou em até 12 vezes.

publicidade

Mais informações:

Cotia: 4614-1814
Osasco: 3652-9384
Taboão da Serra: 4788-7744
Barueri: 4199-8073
Santana de Parnaíba: 4622-7500

publicidade

Comentários