Morre recém nascida dada como morta e encontrada viva ao chegar ao IML

1

A bebê recém nascida dada como morta pelos médicos do Hospital Alpha Med, em Carapicuíba, e depois foi descoberta respirando e mexendo-se na chegada ao IML na semana passada, morreu hoje no Hospital Sino Brasileiro, em Osasco. A morte aconteceu por volta das 10h e foi confirmada pela família.

O Hospital Sino Brasileiro também confirmou a morte do bebê, mas ressaltou, em nota, que “ainda não possui detalhes sobre o laudo da morte”.

O episódio aconteceu na segunda-feira (12). A bebê recém nascida foi dada como morta pelos profissionais do hospital Alpha Med, em Carapicuíba. Porém, na chegada do transporte do corpo ao IML (Instituto Médico Legal) de Osasco, o motorista da funerária percebeu que a bebê estava viva.

Publicidade

A mãe, Ana Caroline da Silva, de 18 anos, estava grávida de cerca de seis meses quando deu a luz. Prematura, a bebê nasceu pesando apenas 700 gramas.

Cremesp instaurou sindicância para apurar o caso

O Conselho Regional de Medicina do Estado de São Paulo (Cremesp) informou que já instaurou sindicância para investigar a conduta da médica que atestou o óbito da recém-nascida que ainda estava viva.

Segundo o Cremesp, a sindicância deve levar de seis meses a dois anos para ser concluída. E, mesmo assim, tramita em sigilo para preservar os envolvidos.

LEIA MAIS: Recém nascida dada como morta em Carapicuíba é encontrada respirando ao chegar ao IML de Osasco

Saúde do bebê é grave, diz Hospital onde recém-nascida dada como morta está internada

Comentários