Início Almanaque Mostra de cinema indiano é atração gratuita no Colégio Anglo Osasco

Mostra de cinema indiano é atração gratuita no Colégio Anglo Osasco

0
mostra cinema indiano osasco
Mostra de filme indiano vai até 2 de abril / Foto: Reprodução

O coletivo Casaviva Osasco realiza a segunda edição da “Mostra de Cinema da Índia” nos dias 29, 30 e 31 de março e dias 1 e 2 de abril. As exibições serão feitas no Anfiteatro do Colégio Leonardo da Vinci Anglo, o Anglo Osasco, com entrada gratuita.

publicidade

O evento é destinado ao público com 14 anos ou mais. Serão exibidos seis filmes: Wazir, Neerja, Hindi Medium, Nil Battey Sannata, Bareilly Ki Barfi e Badrinath Ki Dulhania, em duas sessões, sendo às 14 horas para alunos do ensino médio e às 19 horas para o público em geral.

A finalidade da mostra é expor, através do cinema, um pouco da cultura indiana contemporânea. “Neste ano, a Índia celebra os 75 anos de independência do país. E a mostra é uma maneira de comemorar e, ainda, de divulgar o cinema e fortalecer as relações culturais. Os filmes são muito bons e marcados pelas trilhas, danças e enredos dramáticos. A mostra é, também, uma forma de mostrar um pouco da indústria cinematográfica da Índia conhecida como Bollywood e que se tornou uma das principais do mundo”, explicou Carlos Marx, coordenador da Casaviva.

publicidade

A atividade é uma realização conjunta com o Consulado Geral da Índia/São Paulo, Anglo Leonardo da Vinci e o Centro Cultural Swami Vivekananda. O Anfiteatro do Anglo está localizado na Rua Euclides da Cunha, 377, no Centro.

Confira as sinopses dos filmes exibidos na 2ª Mostra de Cinema Indiano no Anglo Osasco:

NEERJA:– 29/3 (terça), 14h e 19h:

Em O Poder da Coragem, o filme Neerja é um retrato da vida da corajosa comissária de bordo Neerja Bhanot, que sacrificou sua vida protegendo 359 passageiros do voo 73 da Pan Am, em 1986. O voo, que ia de Mumbai, na Índia, para os Estados Unidos, foi sequestrado por quatro integrantes da organização terrorista Abu Nidal, que tinham a intenção de lançá-lo contra um prédio em Israel. Diretor: Ram Madhvani. Roteiro: Saiwyn Quadras. Música: Vishal Khurana. Prêmios: IIFA Award for Best Performance in a Negative Role. Ano: 2016. Não recomendado para menores de 14 anos.

publicidade
HINDI MEDIUM – 30/3 (quarta), 14h e 19h:

Filme de comédia e drama que conta a história de um casal jovem indiano (Irrfan Khan e Saba Qamar) que está com uma difícil missão pela frente: fazer com que sua filha, ainda criança, tenha a melhor educação de todo o país. Tudo isso com o objetivo de fazer com que eles sejam aceitos na elite de Delhi. O problema é que a tarefa será mais difícil que imaginavam e eles terão muitas aventuras. Para entender a dificuldade, é necessário conhecer como funciona o sistema educacional indiano.

NIL BATTEY SANNATA – 31/3 (quinta), 14h e 19h:

Detrás do magnífico Taj Mahal encontra-se um conjunto de casas insignificantes onde Chanda (doméstica) vive com sua filha de 14 anos Appu. Chanda aspira e sonha que sua filha vá estudar e abraçar um destino melhor. Quando Appu diz que ela quer deixar a escola e se tornar uma empregada doméstica como ela, Chanda toma uma decisão forte: volta a estudar até se juntar à classe de sua filha. Esse filme indiano retrata a relação entre mãe e filha, quando a adolescente passa por dificuldades acadêmicas. É a mistura perfeita entre lições de vida, matemática e dança indiana.

BAREILLY KI BARFI – 01/4 (sexta), 14h e 19h:

Comédia romântica de 2017, dirigida por Ashwiny Iyer Tiwari, baseado no romance Os Ingredientes do Amor, de Nicolas Barreau. Betti Mishra foge de casa depois de mais uma tentativa fracassada de casamento arranjado. Enquanto espera por um trem, ela compra e lê um livro e percebe, chocada, que conhece Barfi, o personagem principal homônimo. Ela volta para casa e decide rastrear o autor, mencionado na contracapa como um ‘Pritam Vidrohi’, feliz pelo fato de existir alguém que a amaria do jeito que ela é.

BADRINATH KI DULHANIA – 02/4 (sábado), 15h:

Badrinath Bansal (Varun) de Jhansi e Vaidehi Trivedi (Alia) de Kota pertencem a pequenas cidades, mas têm opiniões diametralmente opostas sobre tudo. Isso leva a um choque de ideologias, apesar de ambos reconhecerem a bondade um do outro. O filme deixa claro suas intenções progressivas imediatamente, à medida que o protagonista Badrinath nos apresenta por meio da narração em sua casa. É um dos mais ricos da cidade de Jhansi, mas um grupo submisso, governado com punho de ferro por um patriarca (Rituraj Singh). Ele subscreve de todo o coração a noção milenar de filhos como bens da família, filhas como passivos e dotes como adiantamentos para o casamento.

Mais informações sobre o evento podem ser obtidas por meio do número de telefone (11) 99652-8199 WhatsApp ou casavivaosascosp@gmail.com ou ainda na página do coletivo Casaviva no Facebook.

Comentários