Motorista que atropelou e arrastou ciclista, em Osasco, vai responder em liberdade

0

Morador de Itapevi, o caminhoneiro desempregado Mario Prestes Neto, de 61 anos, se entregou à polícia na manhã deste domingo, 3. Ele estava foragido desde a noite de quarta-feira, 30, após atropelar e arrastar por mais de 2km, na divisa entre Osasco e São Paulo, o ciclista Gilmar Barbosa da Mata, 45, que não resistiu e morreu.

publicidade

O delegado Fernando Terzidis, do 91º Distrito Policial (DP), onde Mario Prestes Neto se entregou, declarou que a Justiça permitiu que Mario aguarde o inquérito em liberdade por conta da idade dele, da ausência de antecedentes e por ele ter se apresentado espontaneamente. Ele vai ser indiciado por homicídio doloso.

O advogado dele, Cícero de Oliveira Santos, declarou que Neto não prestou socorro e continuou arrastando o ciclista por achar que ele já estava morto e ter tido medo de ser linchado.

publicidade

Comentários

publicidade