“Não pode ter salto alto”, diz Rogério Lins sobre pesquisa que aponta possível vitória dele no 1º turno em Osasco

0
rogerio lins osasco coletiva
Rogério Lins durante coletiva de imprensa na manhã desta segunda-feira (26)

Em entrevista coletiva na manhã desta segunda-feira (26), o prefeito de Osasco e candidato à reeleição Rogério Lins (PODE) comentou a pesquisa que apontou uma possível vitória dele no primeiro turno das eleições municipais de novembro. “É gostoso estar em primeiro lugar, mas não pode ter salto alto, achar que já ganhou. Tem que ter muita humildade”, declarou.

publicidade

Levantamento do RealTime Big Data encomendado pela Record TV aponta, na votação estimulada, Rogério Lins com 34% das intenções de voto. Em seguida vêm Emidio de Souza (PT), com 9%, e Dr. Lindoso (Republicanos), que tem 6%. Marco Souza Dateninha (Solidariedade) soma 2% e Reinaldo Mota (PRTB) e Simony dos Anjos (PSOL), 1%. O levantamento considerou ainda, com 1%, Dr. Gaspar (DC), que retirou candidatura e deve anunciar apoio à reeleição de Rogério Lins.

Enquanto o atual prefeito teve 34%, todos os adversários somados alcançaram 20% das intenções de voto no levantamento. No entanto, ainda há um alto índice de eleitores osasquenses que disseram que não sabem ou não quiseram responder sobre em quem pretendem votar (26%) ou que dizem que vão votar em branco ou nulo (20%), o que pode mudar o cenário eleitoral na reta final da eleição.

publicidade

“Nem gosto de olhar pesquisa. Eleição a gente só pode falar que está ganha quando fecha a urna e vê o resultado. A gente tem que ter muita humildade”, declarou Rogério Lins. A margem de erro da pesquisa, divulgada dia 7, é de 4 pontos percentuais.

Dr. Gaspar

A candidatura de Rogério Lins à reeleição deve receber nos próximos dias o apoio oficial de Dr. Gaspar (DC). “É uma pessoa muito importante na política osasquense, por tudo que fez e continua fazendo”, destacou Rogério Lins. Segundo ele, pesquisas internas de sua campanha chegavam a apontar Dr. Gaspar na terceira posição em intenções de voto.

publicidade
dr. gaspar rogerio lins osasco
Fotos: Reprodução / Marcelo Deck

O médico ficou perto de apoiar Dr. Lindoso, mas se frustou por não ficar com a vaga de vice na chapa do candidato do Republicanos e decidiu lançar candidatura própria. Depois, se retirou da disputa à Prefeitura de Osasco alegando falta de recursos.

A filha de Dr. Gaspar, Karen Gaspar, é candidata a vereadora pelo MDB, partido que apoia a reeleição do atual prefeito, e teria participado das articulações pelo apoio do ex-candidato a Rogério Lins.

Comentários