Artigo – Não vamos dar trégua ao governo

0

Paulo Pereira da Silva

publicidade

Realizada dia 6 de agosto, a manifestação das centrais sindicais no Brasil pela derrubada do projeto de lei 4330, que amplia a terceirização e precariza as relações de trabalho, mostrou que o movimento sindical não vai dar trégua ao governo. Exigimos a extinção do PL da terceirização, que reduz salário e corta benefícios trabalhistas e sociais.

Estamos revoltados com a presidente Dilma, que vem se recusando a negociar a proposta — que atende somente aos interesses dos patrões —, com os representantes sindicais. Junto à luta pela derrubada do PL, reivindicamos também a extinção do Fator Previdenciário e a jornada de 40 horas com a manutenção do salário. O Fator reduz o valor das aposentadorias em até 40%.

publicidade

Como o governo não nos recebe, vamos radicalizar a luta. Recomeçamos no dia 11 de julho, demos prosseguimento com as manifestações do dia 6 de agosto em frente à Fiesp, na avenida Paulista, na Capital de São Paulo, e em outras capitais do país.

Atos foram realizados no Rio de Janeiro, Porto Alegre, Curitiba, São Luis, Belém, Recife, Maceió e Salvador. No próximo dia 13, os aposentados prometem agitar o país, pois vão fazer atos em frente às agência do INSS pelo fim do fator previdenciário e pelo estabelecimento de uma política de valorização dos benefícios dos aposentados.
E, caso mantenha sua postura intransigente de não negociar com o movimento sindical, o governo terá de enfrentar uma paralisação nacional dos trabalhadores no dia 30 de agosto, organizado pelas centrais sindicais.

publicidade

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorArtigo – É preciso abrir o caixa do Metrô
Próximo artigoFrases