No dia de combate ao câncer, entidades cobram Centro Oncológico em Osasco

0
Ex-presidente Lula demonstra apoio à campanha durante passagem pela cidade / Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

Ex-presidente Lula demonstra apoio à campanha durante passagem pela cidade / Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula
Ex-presidente Lula demonstra apoio à campanha durante passagem pela cidade / Foto: Ricardo Stuckert/Instituto Lula

publicidade

Na terça-feira, 8, Dia Mundial de Combate ao Câncer, a Associação Brasileira dos Expostos ao Amianto (Abrea) e o grupo Oncovida, com apoio do deputado estadual Marcos Martins (PT), lançaram a campanha “#ChegaDeEspera, queremos um Centro de Tratamento do Câncer em Osasco, Já!”.

“Não entendemos o porquê de tanta demora”

A campanha visa reforçar a luta pela instalação do centro para tratamento do câncer na cidade. A unidade foi prometida pelo governo do estado para 2013, mas até agora o prédio onde funcionará o centro de oncologia (que fica na Vila Yara) permanece fechado. O imóvel já foi declarado de utilidade pública em novembro de 2013.

publicidade

“Não entendemos o porquê de tanta demora, mas vamos continuar cobrando, pois quem está doente não pode esperar”, disse Marcos Martins.
O lançamento da campanha ocorreu em frente à estação Osasco na CPTM. Membros da Abrea, do grupo Oncovida e a assessoria do deputado alertaram a população sobre os cuidados para se evitar o câncer e sobre a importância de aderir à campanha pelas redes sociais, por meio da hastag #ChegaDeEspera.

“Desde 2009 estamos nesta batalha. Entregamos abaixo assinado com 50 mil assinaturas para que o centro fosse instalado”, afirmou o deputado.
“ A angústia e o sofrimento de quem faz quimioterapia ou radioterapia são muito grandes e, para quem mora em nossa região, é maior ainda, pois precisam ir a São Paulo e percorrer longas distâncias para realizarem o tratamento”, completou.

publicidade

Apoio
A campanha ganhou o apoio de diversas lideranças políticas, como o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o pré-candidato do PT ao governo do estado, Alexandre Padilha, que estiveram em Osasco na sexta-feira, 4, o prefeito osasquense, Jorge Lapas (PT), e o antecessor dele, Emidio de Souza, presidente do PT-SP.

Comentários