Compartilhar

O governo federal anunciou na tarde desta segunda-feira, 6, em Brasília, medidas de ampliação do atendimento do Programa Minha Casa, Minha Vida.

Publicidade

A intenção do governo é criar uma agenda positiva para o setor da construção civil e estimular a retomada do mercado imobiliário com a contratação, ainda este ano, de 600 mil novas unidades.

Nova faixa atende famílias com renda de até R$ 9 mil 

Dentre as medidas anunciadas, estão a criação de uma nova faixa do programa para atender famílias com renda de até R$ 9 mil, com taxa de juros abaixo das praticadas pelo SBPE, de 9,16% ao ano. O valor máximo de venda do imóvel também subiu de R$ 225 mil para R$ 240 mil.

As mudanças nas regras do Minha Casa, Minha Vida visam ampliar o atendimento de famílias pelo programa.

“Mais pessoas poderão comprar o imóvel. A criação dessa nova faixa, por exemplo, vai trazer para dentro do programa aquelas famílias que foram prejudicadas com a brutal queda de arrecadação da caderneta de poupança nos dois últimos anos, e que ficaram desassistidas”, ressalta Rodrigo Luna, vice-presidente de Habitação Econômica do Secovi-SP, que esteve na cerimônia de anúncio das medidas, em Brasília.

“Com esse incentivo, a recuperação do mercado imobiliário nacional pode iniciar no segundo semestre deste ano”, aposta Luna.

Comentários

Faça seu comentário