Nova testemunha diz que Victor foi levado a tribunal do crime em...

Nova testemunha diz que Victor foi levado a tribunal do crime em Cotia

9
Compartilhar
victor cotia
Victor está desaparecido desde o dia 10 de agosto

Após uma mulher declarar que Victor Ferreira Freitas teria sido morto por um policial, agora, um homem, outra suposta testemunha, afirma que o jovem de Cotia de 20 anos foi levado a um “tribunal do crime”, mostrou reportagem do “Cidade Alerta”, da Record TV, desta quinta-feira (22).

Victor está desaparecido desde a manhã do dia 10, sábado, após sair de uma festa em uma tabacaria na região onde mora, o Parque Miguel Mirizola, em Cotia.

De acordo com a nova suposta testemunha, o jovem foi levado em um carro preto para o tribunal do crime a pedido de um criminoso ligado ao tráfico de drogas que está preso. O veículo teria sido conduzido por mulher que seria a esposa do bandido.

O homem relatou ainda que Victor estaria sendo mantido em cativeiro e que mais pessoas têm, informações que podem ajudar a localizá-lo, mas silenciam por medo. O modelo e a placa do carro foram repassados à polícia, que ainda não o localizou.

Leia também:

Confira como comprar eletrodomésticos novos com 50% de desconto oferecido pela Enel

Na tarde desta quinta, a Guarda Civil Municipal de Cotia faz uma operação em uma comunidade da cidade em busca de pistas que possam levar ao paradeiro do jovem. A família diz que Victor nunca teve envolvimento com criminosos.

Buscas

Buscas com cães farejadores foram feitas nos últimos dias em áreas de mata onde há suspeitas de que o corpo de Victor possa ter sido deixado após ele ser assassinado, mas nada foi encontrado.

Victor foi visto pela última vez pouco depois das 7h30 do dia 10, junto a um colega chamado Jean, que nega envolvimento no desaparecimento do rapaz.

Após o desaparecimento, foram enviadas mensagens de WhatsApp do celular dele a diversos contatos. Entre elas, uma destinada ao pai diz: “Pai, fiz besteira”.

Também foram enviadas mensagens desconexas a uma amiga. Entre elas, uma diz: “a polícia pegou meu dinheiro”. No diálogo, ela questiona: “você está bêbado, né?” e “onde você está?”. Ele responde: “sei lá”.

Compartilhar

Comentários

9 Comentários

  1. Julgar nao resolve o problema. Precisa é ajudar para descobrir aonde ele está, o que aconteceu. Porque isso pode acontecer com qualquer pessoa. Inclusive nossos filhos.

  2. Se nao estivesse na favela arrumando assunto no pancadao.
    E diferente se estivesse em casa ou em uma igreja buscando a Palavra de Deus.
    Pancadáo e a pior coisa que existe nos ultimos anos .so Tem drogados e comercio de droga

  3. Mae dele e falecida esse povo fala de mais. Ele e jovem nao paga aluguel trabalha ele pode ter a moto que ele quiser, tanto a moto pode estar quitada como bolero dele pode ser de 4 ou 3 anos. Orar e apresenta a familia ninguem quer mais fala oque nao deve fala. So por Deus viu

  4. O Deus faça com q esse jovem apareça,,,,, estou sofrendo em ver o sofrimento nos olhos do pai dele…tenha misericórdia jesus, so quem é mae e pai sabe como doi

  5. Tem comentários q são desnecessários. Orem por ele e pela família, q está sofrendo, isso sim pode ajudar. Que Deus dê sabedoria e oriente as pessoas q estão na busca desse menino!

  6. Num momento como este, devemos nos posicionar como se esse jovem fosse de nossa família. Certamente a dor seria grande. Não o conheço pessoalmente, mas, desde que fiquei inteirado do assunto tenho pedido as misericórdias de Deus, a ele, e, de seus familiares.

  7. Feliz são os pais que os filhos os amam e obedecem, indiferentemente de serem ainda serem jovens ou adultos. Só através do amor familiar se constrói o respeito e a perfeita harmonia.

  8. A pessoa nem ler a matéria,e já vai querendo ensinar os pais como educar os filhos. Que Deus guarde esse rapaz (de 21 anos) e que ele apareça logo e que esteja com vida.

Faça seu comentário

Mais notíciasPolícia procura pizzaiolo acusado de abusar de crianças em Itapevi
Mais notíciasCarro da droga tinha compartimento secreto para abastecer o tráfico em Carapicuíba