O adeus de CR7 ao Real Madrid: “chegou a hora de um novo ciclo”

0
Em negócio de R$ 456 milhões, Juve anuncia CR7; renascimento do "calcio"?

Depois de nove anos, Cristiano Ronaldo, escolhido, até o momento, cinco vezes o melhor jogador do mundo pela Fifa, deixou o Real Madrid (ESP) rumo à Juventus (ITA), em uma negociação de 100 milhões de euros (R$ 456 milhões). CR7 vai receber salários de 30 milhões de euros (R$ 136 milhões) por ano.

publicidade

No Real, o jogador conquistou quatro Champions League e dois campeonatos espanhóis, entre diversos outros títulos. Fez 438 jogos e marcou 451 gols, além de ter dado 111 assistências. CR7 somou 316 vitórias, 70 empates e 52 derrotas com a camisa madrilenha.

publicidade

Thank you, Cristiano Ronaldo

#GraciasCristiano

Publicado por Real Madrid C.F. em Terça-feira, 10 de julho de 2018

Ele escreveu uma carta de despedida do Real Madrid. “Foram 9 anos absolutamente maravilhosos”, destaca, antes de indicar que a escolha de sair foi dele. “Refleti muito e sei que chegou a hora de um novo ciclo”.

Na Juve, Cristiano Ronaldo vai liderar um clube que vem de sete títulos italianos seguidos em busca da conquista da Champions League. A contratação pode refletir em todo o futebol italiano. O “calcio” andava em baixa nos últimos anos e, com CR7, terá muito mais holofotes voltados para si.

publicidade

Confira a íntegra da carta de CR7 ao Real Madrid: 

“Estes anos no Real Madrid, e nesta cidade de Madrid, foram possivelmente os mais felizes da minha vida.

Só tenho sentimentos de enorme gratidão por este clube, por esta torcida e por esta cidade. Só posso agradecer a todos pelo amor e carinho que recebi.

No entanto, acredito que chegou a hora de começar uma nova etapa em minha vida e é por isso que pedi ao clube que aceitasse me transferir. Eu me sinto assim e peço a todos, especialmente aos nossos seguidores, que me compreendam.

Foram 9 anos absolutamente maravilhosos. Eles foram 9 anos únicos. Foi um tempo emocionante para mim, cheio de consideração, mas também difícil, porque o Real Madrid é de uma exigência altíssima, mas sei muito bem que nunca vou esquecer que disfrutei do futebol aqui de uma forma única.

Eu tive companheiros de equipe fabulosos no campo e no vestiário, senti o calor de uma torcida incrível e juntos ganhamos 3 Champions seguidas e 4 Champions em 5 anos. E com eles também, em nível individual, tenho a satisfação de ter ganho 4 Bolas de Ouro e 3 Chuteiras de Ouro. Tudo durante meu tempo neste imenso e extraordinário clube.

O Real Madrid conquistou meu coração e o da minha família, e é por isso que, mais do que nunca, quero agradecer: agradecer ao clube, ao presidente, aos diretores, aos meus colegas, a todos os técnicos, médicos, fisioterapeutas e trabalhadores incríveis que fazem tudo funcionar e que estão cientes de cada detalhe incansavelmente.

Obrigado infinitamente mais uma vez aos nossos fãs e obrigado também ao futebol espanhol. Durante estes 9 anos apaixonantes, enfrentei grandes jogadores. Meu respeito e meu reconhecimento por todos eles.

Eu refleti muito e sei que chegou a hora de um novo ciclo. Estou saindo, mas seguirei sentindo que esta camisa, este escudo e o Santiago Bernabéu são sempre meus, onde quer que eu esteja.

Obrigado a todos e, claro, como eu disse a primeira vez em nosso estádio há 9 anos: Hala Madrid!”.

Comentários