Início Opinião O beijo do Félix

O beijo do Félix

0

Renato Rovai  diretor de redação do Visão Oeste e editor da revista Fórum

publicidade

Eu estava achando essa história do beijo gay numa novela da Globo uma grande bobagem. E talvez de fato fosse uma grande bobagem. Mas, dona Clô, que está aqui em casa, gritou: beijou, beijou.
E de repente ouvi gente gritando tanto do bar que fica aqui do lado de casa como dos apartamentos próximos que assistiam a novela.
A Globo que tanto relutou acabou colocando no ar uma bicoquinha de dois homens. Uma coisa assim sem nenhuma sensualidade. Quase igual ao beijo que o Émerson Sheik, do Corinthians, deu num amigo dele dia desses. E que um bando de idiotas criticou.

Mas pelo jeito as pessoas trataram como um rito de passagem. Se na vila que chamam de Madalena, num dos cantos mais boêmios e descolados de São Paulo, a bicoquinha rendeu gritos, pelo Brasil afora deve estar proporcionando mil conversas. Mil debates. Mil histórias. Que seja mais um passo na nossa luta a favor da paz e dos Direitos Humanos.
A luta LGBT é isso. Nada mais que isso. Não é a favor e nem contra nada. É de direitos humanos. E o nome da novela é sugestivo: Amor à Vida. É disso que se trata, no caso da luta LGBT. Mesmo que a novela tenha sido uma droga, valeu pela bicoquinha.

publicidade

Comentários

publicidade

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorRenovação de convênio
Próximo artigoTeoria da conspiração no Metrô não convence