“O falso herói foi desmascarado”, diz Emidio após STF decidir que Moro foi parcial contra Lula

0
emidio moro lula
Fotos: Agência Brasil / Visão Oeste

O deputado estadual e ex-prefeito de Osasco Emidio de Souza (PT) declarou que “o falso herói foi desmascarado” ao comentar decisão do STF, na tarde desta terça-feira (23), que declarou o ex-juiz Sergio Moro parcial ao condenar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) no caso do triplex do Guarujá.

publicidade

“Moro é parcial. O falso herói foi desmascarado. Carmen Lúcia reviu seu voto, fazendo justiça e respeitando o Estado Democrático de Direito. Grande Dia”, comentou Emidio, por meio das redes sociais.

publicidade

Durante o julgamento, chamaram a atenção críticas pesadas do ministro do STF Gilmar Mendes contra o ex-juiz Sergio Moro: “O tribunal de Curitiba é conhecido internacionalmente hoje como tribunal de exceção. (…) Alguns dos senhores aqui compraria um carro do Moro? Algum dos senhores seriam capazes de comprar um carro do Dallagnol? (…) Estamos diante de um julgamento histórico. E cada um passará para a história com o seu papel. Não há espaço para covardia”.

A maioria dos votos pela suspeição de Moro ocorreu com a mudança de voto da ministra Cármen Lúcia. “Todo mundo tem o direito de ser processado e julgado e ter um julgamento justo diante de um juiz ou de um tribunal imparcial”, disse ela. “Não acho que o procedimento se estenda a quem quer que seja, estou tomando em consideração algo que foi comprovado pelo impetrante relativo a esse paciente nesta condição”.

publicidade

“Em relação a ele (Lula), houve comportamentos inadequados e que suscitam, portanto, a parcialidade”, afirmou a ministra.

A suspeição de Moro não é automática para outros processos do ex-presidente — a defesa terá, por exemplo, que questionar os outros casos na Justiça.

Comentários