“O importante do primeiro ano é não cair”, diz presidente do clube

0

Os cartolas Gustavo Teixeira, Mário Teixeira e Lindenberg Pessoa no CT do GEO / Foto:  Luís Pires/finePhoto
Os cartolas Gustavo Teixeira, Mário Teixeira e Lindenberg Pessoa no CT do GEO / Foto: Luís Pires/finePhoto

publicidade

Leandro Conceição

Após muita especulação, foi confirmada no último fim de semana a compra do Audax-SP pelo banqueiro Mário Teixeira, dono do Grêmio Osasco. Com isso, o time osasquense, que estava na Série A2, disputará a primeira divisão do Campeonato Paulista em 2014.

“Vamos somar a qualidade daqui com a de lá”

publicidade

O clube passará a se chamar Grêmio Osasco Audax. O elenco vai mesclar jogadores dos dois times, que hoje disputam a Copa Paulista, competição que oferece uma vaga na Copa do Brasil. “Vamos somar a qualidade daqui com a de lá”, diz o presidente do clube, Lindenberg Pessoa.
A Prefeitura oferecerá estrutura para o time disputar a primeira divisão, com ações como instalação de iluminação e ampliação da arquibancada do estádio municipal do Rochdale. Mais detalhes sobre o futuro do time serão divulgados em evento na noite desta sexta-feira, 20.

“Fazer crescer”
A meta para o Paulistão de 2014 é firmar o GEO na elite estadual. “O importante do primeiro ano é não cair, fazer crescer o futebol como opção de espetáculo em Osasco”, afirma Pessoa. O Audax, que pertencia ao grupo Pão de Açúcar, garantiu vaga na primeira divisão este ano.

publicidade

Presidente do Grêmio Osasco desde a fundação do clube, no fim de 2007, Lindenberg Pessoa diz que ver o clube na primeira divisão “é a sensação de um pai que tem a notícia que um filho de seis anos já passou num vestibular de uma grande faculdade”. O Santos é o segundo time de coração dele. E quando os dois se enfrentarem na primeira divisão? “Vou ficar triste de ver o Santos perder”. Para os próximos anos, uma das metas é entrar na Série D do Campeonato Brasileiro.

Além do Audax-SP, Mário Teixeira adquiriu o Audax-RJ, que disputa a primeira divisão do Campeonato Carioca.

Osasco FC
Com a subida do Grêmio Osasco à elite estadual, os dirigentes tentam levar o Osasco FC, que também pertence ao banqueiro Mário Teixeira, da quarta divisão para a vaga do GEO na Série A2 do Campeonato Paulista. “Isso ainda não está definido, mas vamos pleitear”, diz Lindenberg Pessoa.

Os rivais do GEO no Paulistão de 2014
Corinthians, São Paulo, Palmeiras, Santos, Mogi Mirim, Ponte Preta, Botafogo, Penapolense, Linense, XV de Piracicaba, Bragantino, São Bernardo, Paulista, Ituano, Atlético Sorocaba, Oeste, Portuguesa, Comercial, Guaratinguetá.

Ascensão e declínio do vizinho
Vizinho do Grêmio Osasco, o Grêmio Barueri também viveu uma ascensão surpreendente há poucos anos. O clube chegou a disputar a elite estadual e nacional, mas, desde que, em 2010, por divergências políticas, se mudou para Presidente Prudente, vai mal das pernas.
O clube voltou a Barueri em 2011, mas não consegue mais emplacar. Hoje disputa a Série A2 do Campeonato Paulista e este ano por pouco não caiu para a terceira divisão. Além disso, na Série C é forte candidato ao rebaixamento à quarta divisão do Campeonato Brasileiro.
Lanterna do grupo, o Barueri vai ao Rio de Janeiro encarar o Macaé no sábado, 21, às 16h, pela 15ª rodada da Série C.

Comentários