O Rochdale é nosso caldeirão

2
“Ô diretoria, vamos jogar contra os grandes na nossa casa!” / Foto: Luís Pires/FinePhoto

“Ô diretoria, vamos jogar contra os grandes na nossa casa!” / Foto: Luís Pires/FinePhoto
“Ô diretoria, vamos jogar contra os grandes na nossa casa!” / Foto: Luís Pires/FinePhoto

publicidade

Vocês viram que moleza nosso Osasco Audax vai pegar na estreia do Paulistão, em fevereiro? O Palmeiras! Nossa, já fiquei animado. É certeza de três pontos logo na estreia para nosso time caminhar com tudo rumo ao título! Se o Ituano conseguiu no ano passado, por que nós não podemos? Aqui é Osasco, “yes, we can!”, como diria o Obama.

Contra o Palmeiras, seremos os mandantes. Ô diretoria, vamos acelerar a reforma do Rochdale, pressionar na Federação Paulista, para, pela primeira vez, encararmos um “grande” no nosso caldeirão! Pacaembu, Arena Barueri, que nada… Os porcos vão tremer na hora de ver o Rochdalão cheio, empurrando o Osasco Audax rumo à vitória! Hahaha
Gostei de ver a postura dos nossos jogadores. “Nossa meta é sermos campeões.”, disse o volante Francis. O também volante Camacho foi no mesmo tom: “O Ituano mostrou que é possível e com o nosso time não será diferente. A gente tem que entrar para ganhar todos os jogos, independente de quem esteja do outro lado”. É isso aí, rapaziada, para ser grande tem que pensar grande.

publicidade

Se na estreia na elite estadual já ficamos perto da vaga na segunda fase e demos trabalho nos empates em 1 a 1 com Santos e Palmeiras, tenho certeza que em 2015 o time estará mais experiente e preparado para chegar longe no Paulistão. Ah, e devolver a goleada sofrida por 4 a 0 para o São Paulo. Aquilo foi um acidente de percurso e não vai se repetir, são-paulinos.

Outros motivos de confiança são os fatos de o São Paulo e o Corinthians estarem priorizando a Libertadores, o Santos ter mudanças e o Palmeiras disputar o campeonato em completa reformulação após o fiasco que foi este ano para o Verdão.
Com isso, há um bom espaço para um time bem montado, como o Osasco Audax, pelo nosso ousado técnico Fernando Diniz, que manja muito, surpreender. Eu estarei na arquibancada do Rochdale engrossando o coro: “ôôôô vai pra cima deles, Osasco!”.

publicidade

Comentários