Mobilização arrecada doações às 500 famílias desabrigadas após incêndio na Ocupação Esperança

1
Ocupação Esperança arrecada doações aos moradores que ficaram desabrigados

Ocupação Esperança arrecada doações aos moradores que ficaram desabrigados
Incêndio deixou cerca de 500 famílias desabrigadas; Movimento Luta Popular e Prefeitura de Osasco recebem doações / Foto: Reprodução GloboNews

publicidade

Após um incêndio de grandes proporções deixar cerca de 500 famílias desabrigadas  na Ocupação Esperança, no Parque Industrial Osasco, no fim da tarde de terça-feira, 13, o Movimento Luta Popular e o Fundo Social de Solidariedade de Osasco somam esforços na arrecadação de água, comida, cobertores e roupas como itens prioritários aos moradores que perderam tudo.

Também são aceitos todos os tipos de doação. Os pontos de coleta ficam no Ginásio Esportivo Baronesa, na rua Duke ellington, 530, no Jardim Baronesa, em Osasco. O local concentra parte dos desabrigados.

publicidade

As doações podem ser feitas também na EPPEN/UNIFESP-Osasco, na Rua Angélica, 100, Jd das Flores, ao lado do SESI, Osasco. Além do Fundo Social de Solidariedade da Prefeitura de Osasco, que aceita de roupas e mantimentos a móveis e itens para a reconstrução das moradias.

Em São Paulo, os interessados em doar podem procurar o Espaço da Kiwi Cia de Teatro, na rua Frederico Abranches, 189, no bairro Santa Cecília.

publicidade

Quem pretende ir prestar apoio pessoalmente, tem duas opções de trajeto:

De carro:
Na rodovia Anhanguera, sentido interior, pegar a “saída 17″ entre o km 17 e 18, (que é um trevo), contornar passando por debaixo da rodovia e seguir reto (passando por um posto Shell). Seguir reto, seguindo o fluxo dos caminhões. Vai ter uma subida, que ao final dela, do lado direito, poderá ser vista a empresa Dacarto (tem uma torre alta, escrita “dacarto”). À direita dela, pegue uma estradinha de terra. Siga reto, e em menos de 5 minutos, estará a entrada da ocupação (A ocupação poderá ser vista antes, mas é preciso seguir reto até a entrada, onde está uma bandeira do movimento)

De transporte público:
Desça na estação Osasco da CPTM. No terminal de ônibus, pegue a linha “Santa Fé” e desça no ponto final (o ônibus passa a cada 15-20 minutos e o trajeto demora cerca de 40 minutos). O ponto final fica em frente para a empresa Dacarto. Ao descer do ônibus, será preciso pegar a estrada de terra ao lado da empresa e seguir reto até a entrada da ocupação.

Batalha judicial acontece há três anos entre moradores e proprietário

O incêndio aconteceu uma semana após a Prefeitura de Osasco emitir decreto intervindo contra a reintegração de posse que havia sido solicitada pelo proprietário do terreno, e que deveria ocorrer em até 90 dias a partir de julho desse ano.

Os moradores travaram uma batalha judicial com o proprietário do terreno desde 2013.

A Prefeitura emitiu decreto no dia 6, de interesse social no terreno para o desenvolvimento de projetos habitacionais. A administração pública se comprometeu com as famílias na tentativa de aprovar a execução do programa Minha Casa Minha Vida na área.

Comentários