Onde está Thalia? Jovem desaparece após depositar dinheiro no banco em Cotia

0
Foto: reprodução

Thalia Santos, de 20 anos, está desaparecida desde quinta-feira (23), em Cotia. Ela saiu de casa para ir à uma auto escola e ao banco para fazer um depósito, mas não retornou.

publicidade

As câmeras de monitoramento da auto escola, que fica no centro de Cotia, registraram a presença de Thalia. Ela permaneceu no estabelecimento por oito minutos e seguiu para uma agência bancária em Caucaia do Alto.

Segundo os pais da jovem, Thalia estava com R$ 1 mil no bolso e depositou parte do dinheiro na conta de sua mãe. O último contato da jovem foi via WhatsApp, com o namorado. Para ele, Thalia contou o trajeto desde a auto escola até o banco e desapareceu, por volta das 13h.

publicidade

A mãe de Thalia disse à reportagem do “Cidade Alerta”, da Record TV, que a filha não tinha muitos amigos e quase não saía de casa. “Ou fizeram alguma coisa de mal para ela ou estão segurando ela porque a minha filha não dá um passo sem me falar onde esteja indo”.

jovem desaparecida Cotia
Foto: reprodução/Cidade Alerta

O namorado de Thalia também não entende o sumiço da jovem. Eles estão juntos há cinco meses e disse à reportagem que não tem conseguido trabalhar, preocupado com o que possa ter acontecido com a namorada.

publicidade

No dia em que desapareceu, Thalia usava calça escura com listras nas laterais, uma jaqueta jeans e tênis. Ela teria saído de casa com uma sacola de mercado, onde colocou seus pertences pessoais. Nas gravações das câmeras da auto escola, a jovem aparece com duas sacolas, o que trouxe diversas dúvidas à família.

“Quem souber de alguma coisa ou ver a Thalia, peço que entre em contato com a gente porque a gente está desesperado. Não sabemos o que aconteceu, a gente tenta pensar no melhor, que ela esteja em uma amiga, porque não queremos pensar no pior”, desabafou a mãe da jovem.

Quem souber de informações que possam levar a família ao paradeiro de Thalia, entre em contato com o Disque Denúncia 181, ou com a Polícia Militar, no 190.

Comentários