Opinião – Democracia e propostas

0
Jorge Nazareno é presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região / Foto: Divulgação
Jorge Nazareno é presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região / Foto: Divulgação

Por Jorge Nazareno -presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região
Por Jorge Nazareno -presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Osasco e Região

publicidade

As manifestações de sexta-feira, 13, e de domingo, 15, entraram para a história de amadurecimento de nossa democracia. Na sexta-feira, fomos às ruas com centenas de outros companheiros trabalhadores para cobrar apuração e punição das denúncias de corrupção e também protestar contra os projetos que mexem em nossos direitos, para reafirmar que estamos vigilantes em relação aos interesses que pairam sobre a Petrobras e que, por isso, estamos a postos para defende-la.

Uma das formas para defesa não só da Petrobras, mas de todo o patrimônio público contra interesses privados é a realização da reforma política, que reveja a possibilidade de empresas bancarem campanhas eleitorais. A questão somente será avaliada pelo Congresso. Já no STF (Supremo Tribunal Federal) a questão aguarda desde o final do ano passado a análise do ministro Gilmar Mendes.

publicidade

Para nós, essas são propostas factíveis e coerentes com o processo democrático que vimos buscando construir desde o fim da ditadura.

Infelizmente, isso contrasta com os diversos cartazes que na manifestação de domingo, 15, pediam o retorno da ditadura e o impeachment da presidenta Dilma Rousseff. É preciso discutir caminhos para o país, e, certamente, a coerção das liberdades políticas e a retirada do poder de uma líder legitimamente eleita, não é um deles, até porque, a história da ditadura deixa claro o que isso resultou.

publicidade

Comentários