Osasco Cultural atrai milhares de pessoas durante as 24 horas de apresentações

1
MC Guimê foi uma das atrações / Foto: Pedro Godoy

Reunindo milhares de pessoas em 13 palcos espalhados por toda a cidade, o 1º Osasco Cultural foi promovido pela Prefeitura nos dias 21 e 22 de novembro. Os destaques ficaram por conta de quatro grandes arenas: Centro, Zona Norte, Zona Sul e Concha Acústica. Com o propósito de estimular a convivência no espaço público reunindo diversos repertórios ao longo de 24 horas de programação, foram mais de 145 atrações culturais. Dentre elas: músicas, artes cênicas, cinema, dança, gastronomia e espetáculos infantis animaram o público.

publicidade

MC Guimê foi uma das atrações / Foto: Pedro Godoy
MC Guimê foi uma das atrações / Foto: Pedro Godoy

No primeiro dia, na Concha Acústica da Fito (Fundação Instituto Tecnológico de Osasco), o grupo Ira empolgou a multidão cantando sucessos de suas obras. O vocalista Nazi comentou brevemente sobre o retorno da banda em 2014 e falou que esses eram um dos melhores shows após o retorno do conjunto. Comentou também que a banda tem boas recordações da cidade e fez questão de lembrar o início da carreira.

publicidade

A atriz Elizabeth Savalla apresentou o monólogo “A.M.A.D.A.S.” em duas encenações, no sábado e domingo. As atrações no Teatro Grande Otelo, Museu Dimitri Sensaud de Lavaud, Escola de Artes e CEUs também reuniram grandes públicos.

VEJA GALERIA DE FOTOS DO EVENTO

publicidade

Quem aproveitou a oportunidade de participar do “1º Osasco Cultural” prestigiou nomes renomados e conhecidos no cenário nacional. No Jardim Rochdale, uma multidão aglomerou-se para assistir ao show de MC Guimê. No Conjunto dos Metalúrgicos, Inimigos da HP compartilhou muita animação em samba e pagode e o grupo de reggae Planta e Raiz fechou as apresentações em alta com um público que entoou as músicas de sucesso da banda. Demônios da Garoa e Oswaldo Montenegro, ambos no Palco Centro, e O Teatro Mágico, na Concha Acústica da Fito, levaram tradição, música de raiz, muito alto astral e energia para milhares de pessoas.

Além dos shows, o evento ainda contou com uma intensa e diversa programação que agradou desde os pequenos, como as peças infantis, oficinas e contações de histórias, até os adultos. A peça “Alice no País das Maravilhas”, no CEU zona Norte, teve lotação de público. Muitas atividades aconteceram no Sesc Osasco, que também recebeu maratonas de filmes, eventos musicais e teatrais.

O prefeito de Osasco, Jorge Lapas, fez questão de priorizar a produção cultural do município, além de percorrer todos os palcos. “Organizamos o evento escolhendo 82% de artistas da nossa cidade e 18% são de outras regiões”, comentou. “Fiz questão de prestigiar, assistindo grande parte das apresentações para celebrar esse grande evento que ficará na história da nossa querida cidade”, completou.

Comentários

1 COMENTÁRIO

  1. Osasco Cultural atrai milhares de pessoas durante as 24 horas de apresentações

    O Osasco Cultural tem tudo para ser um sucesso nas próximas edições, houve falhas na primeira edição, como por exemplo iniciar as apresentações às 9 horas da manhã do domingo, qualidade de algumas atrações muito fracas e excesso de palco, o que, proporcionou ausência de público. Acho que corrigindo essas pequenas falhas, o Osasco Cultural poderá fazer parte do calendário cultural da cidade.

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorAlunos passam a noite sem luz e água em escola ocupada
Próximo artigoCentro de Memória Sindical e Força lançam livro sobre mundo do trabalho no cinema