Pandemia de coronavírus derruba 90% do faturamento de restaurantes e bares de Osasco, Barueri e região

0
restaurante osasco
Reprodução

O faturamento de bares e restaurantes de Osasco, Barueri, Carapicuíba e região sofreu uma queda de 90% desde o início da quarentena contra a disseminação do novo coronavírus (covid-19). Mais de cinco mil funcionários já foram demitidos, segundo o SinHoRes Osasco – Alphaville e Região.

A entidade solicitou a reabertura gradual e responsável dos estabelecimentos, com protocolos sanitários para evitar o contágio, por meio de um ofício enviado ao governador, João Doria (PSDB). O documento também foi enviado a todos os prefeitos das cidades de sua base sindical, sendo Osasco, Barueri, Carapicuíba, Santana de Parnaíba, Itapevi, Jandira, Pirapora do Bom Jesus e Cajamar.

O presidente da entidade, Edson Pinto, afirma que as empresas estão enfrentando “um grande desafio” para se reinventarem, mesmo com serviços de delivery. “O trabalho com delivery representa um faturamento muito pequeno, menos de 20% do necessário. Além disso, apenas 10% das 20 mil empresas trabalham com delivery, sendo mais um investimento em marketing, e muitos acabam tendo prejuízo”.

Publicidade

Edson Pinto diz ainda que a administração municipal de cada cidade “deveria fazer mais pelas pequenas empresas”, como suspender a cobrança de impostos. “Não faz sentido cobrar impostos e taxas de quem foi obrigado pelo poder público a fechar suas portas”, defende Edson Pinto.

O SinHoRes tem buscado também alinhar novos protocolos sanitários, já que a entidade entende que os prefeitos da região não vão autorizar a reabertura sem a autorização do governador.

Comentários