Para Rogério Lins, estouro de “casa bomba” no Padroeira é exemplo de “ótimos resultados” na Segurança em Osasco

0
casa bomba osasco
Estouro de "casa bomba" pela GCM de Osasco foi destaque no "Brasil Urgente" / Foto: reprodução/Band

O prefeito de Osasco, Rogério Lins, comentou, na noite desta quarta-feira (20), o destaque obtido com a ação da Guarda Civil Municipal, que estourou uma “casa bomba”, utilizada por traficantes para armazenar e preparar drogas para abastecer a região do Jardim Padroeira, nesta terça. “Temos muito trabalho pela frente, mas os investimentos que estamos fazendo em segurança pública estão dando ótimos resultados”, afirmou.

Rogério Lins postou nas redes sociais vídeo (assista abaixo) da cobertura do telejornal “Brasil Urgente”, comandado por José Luiz Datena, sobre o caso, e comemorou: “Mais uma vez Osasco sendo elogiada em rede nacional pelas ações em segurança pública e proteção da família”.

“Por isso já autorizamos a contratação de mais viaturas, contratamos e estamos treinando novos guardas, e ampliaremos nossos investimentos em câmeras de segurança inteligente, é o maior investimento da história de Osasco em segurança”, completou o prefeito de Osasco.

Publicidade

“Casa Bomba”

A Ronda Ostensiva (ROMU), da Guarda Civil Municipal (GCM) de Osasco chegou à “casa bomba” nesta terça (19) após perseguir dois suspeitos de tráfico na área. A equipe recebeu uma denúncia de um morador local e chegou à residência abandonada na comunidade Raio de Luz que era utilizada para armazenar as drogas.

Foram apreendidos na operação: 1.231 invólucros de crack; 428 eppendorfs de cocaína, 375 invólucros de maconha, uma balança de precisão e três facas usadas para corte e separação de entorpecentes. O prejuízo estimado ao tráfico é de mais de R$ 16 mil.

casa bomba osasco
Fotos: Divulgação/GCM Osasco

A GCM apreendeu ainda um caderno de anotações da contabilidade do tráfico, que pode ajudar na captura dos traficantes que atuam na área.

A ocorrência foi registrada no 1º DP de Osasco.

Comentários