Para ser presidente do PT-SP, Emidio abre mão de candidatura em 2014

0
Lideranças durante evento de apoio a Emidio, o próximo presidente do PT-SP / Foto: divulgação

Lideranças durante evento de apoio a Emidio, o próximo presidente do PT-SP / Foto: divulgação
Lideranças durante evento de apoio a Emidio, o próximo presidente do PT-SP / Foto: divulgação

publicidade

Leandro Conceição

O ex-prefeito de Osasco, Emidio de Souza ganhou a disputa interna para ser o candidato da tendência majoritária, a Construindo um Novo Brasil (CNB) e ser o próximo presidente do PT-SP, com o apoio do ex-presidente Lula, que interferiu no processo e convenceu o deputado federal Vicente Cândido a retirar a candidatura.

publicidade

Um dos fatores para a escolha do osasquense como próximo presidente do PT é o fato de ele abrir mão de uma possível candidatura a deputado federal ou estadual em 2014.

Leia também: 
Desistência de Vicente Cândido reaproxima Emidio e João Paulo
Emidio de Souza será presidente estadual do PT-SP

publicidade

Isso porque Lula teria preferência por um presidente que não tivesse de se dedicar a uma campanha pessoal nas próximas eleições, que tivesse disponibilidade para se dedicar ao fortalecimento da candidatura do partido ao governo do estado, onde o PT tenta quebrar a hegemonia tucana.

“É preciso de alguém que tenha dedicação exclusiva ao PT, para dialogar com outros partidos, percorrer o estado”, afirmou Emidio, em evento em Carapicuíba na noite desta sexta-feira, 12.

O deputado federal João Paulo Cunha (PT-SP), que estava afastado de Emidio e apoiava Vicente Cândido, declarou que “se o Emidio abriu mão de ser candidato em 2014 para fortalecer o partido, não tenho problema nenhum em apoiá-lo”.

Comentários