Parentes suspeitam que homem foi executado a mando do ex-marido de sua mulher em Santana de Parnaíba

A viúva de "Coco" está grávida de quatro meses. “Todo dia de manhã ele me agradecia por eu realizar o sonho da vida dele. E ele não viveu para segurar o filho dele no colo”, declarou, aos prantos

0
José Adriano foi morto com seis tiros quando saía de casa

Parentes suspeitam que o motorista José Adriano Pereira, conhecido como “Coco”, de 29 anos, executado a tiros na porta de casa, em Santana de Parnaíba, na manhã de segunda-feira (1º), foi assassinado a mando do ex-marido de sua esposa. “Ele com certeza pagou para alguém fazer isso”, afirmou a mulher, ao “Cidade Alerta”, da Record TV.

publicidade

“Ele morreu injustamente. Pagou com a vida por amar minha filha e meu neto”, declarou a sogra de “Coco”.

José Adriano foi morto com seis tiros disparados por um homem que estava parado com o carro em frente à casa dele, aguardando sua saída para o trabalho. O assassino estava com o rosto coberto. A polícia já identificou o carro utilizado no crime e prossegue com as investigações.

publicidade
coco santana de parnaiba
“Todo dia de manhã ele me agradecia por eu realizar o sonho da vida dele. E ele não viveu para segurar o filho dele no colo”, declarou, aos prantos, viúva de “Coco” / Foto: Reprodução / Record TV

A esposa de “Coco” afirma que viveu um relacionamento abusivo com o ex-marido. “Ele achava que era meu dono, achava que eu tinha que fazer tudo que ele mandava e aceitar tudo”. Os dois se separaram e, meses depois, após ela começar a se relacionar com “Coco”, os problemas com o ex-marido aumentaram, já que o homem não aceitava que ela tivesse um novo relacionamento.

A viúva de “Coco” está grávida de quatro meses. Ela espera Justiça pelo assassinato do marido, que morreu sem ter a chance de conhecer o filho. “Todo dia de manhã ele me agradecia por eu realizar o sonho da vida dele. E ele não viveu para segurar o filho dele no colo”, declarou, aos prantos, ao “Cidade Alerta”.

publicidade

Comentários