Passe livre para professores em Osasco é encaminhado para sanção ou veto do prefeito

0
Lins diz que é contra fim dos cobradores, planejado por Doria em São Paulo
Foto: Ismael Francisco

Os vereadores de Osasco aprovaram em segunda discussão na sessão de terça-feira, 20, na Câmara Municipal, o projeto de lei 19/2017, que institui o passe livre para os professores municipais nos ônibus da cidade. Agora, a proposta segue para sanção ou veto do prefeito Rogério Lins (PODE).

publicidade

O projeto prevê a gratuidade no transporte a todos os docentes da rede municipal, mediante apresentação de identidade profissional do demonstrativo de pagamento do mês em curso ou do mês anterior. A gratuidade seria concedida em todos os dias da semana.

O o autor da proposta é Batista Comunidade (Avante). Para ele, professores municipais recebem salários “defasados e impróprios para a importância da função”.

publicidade

“O professor é responsável por uma sociedade mais culta, justa e humana. É ele quem apresenta conhecimento e cultura aos jovens. Merece mais respeito”, afirmou.

Projeto semelhante já tramitou na Câmara Municipal, de autoria do atual prefeito, Rogério Lins, quando ele era vereador.

publicidade

Entretanto, mesmo com a propositura sendo aprovada à época pelos parlamentares, o texto foi vetado pelo então prefeito Emidio de Souza.

Comentários