Políticos de Osasco pedem esclarecimento da chacina

0

Deputados estaduais da bancada petista aguardam para audiência com secretário de Segurança Pública / Foto: Divulgação
Deputados estaduais da bancada petista aguardam para audiência com secretário de Segurança Pública / Foto: Divulgação

publicidade

Políticos de Osasco têm cobrado o secretário de Segurança Pública, Alexandre de Moraes, pela elucidação da chacina que deixou ao menos 18 mortos na cidade e em Barueri. O deputado estadual Marcos Martins (PT) criticou a falta do secretário a reunião com outros parlamentares da Assembleia Legislativa na quarta-feira, 19, para discutir o assunto.

“Há cerca de um mês estive neste mesmo prédio com o senhor Alexandre de Moraes, solicitando melhorias no policiamento da região Oeste metropolitana da capital, em especial para a periferia de Osasco e os municípios vizinhos. Agora volto aqui para saber o que foi feito e saio preocupado com a falta de respostas”, diz o deputado.

publicidade

Outros seis deputados participariam de uma audiência marcada com o secretário para obter informações sobre a investigação da chacina, que apontam para o possível envolvimento de policiais militares na matança.
Em 22 de junho, o parlamentar esteve acompanhado de representantes de Osasco e Jandira em audiência com o secretário. Na pauta, o pedido de aumento do efetivo policial militar, aquisição de viaturas, revisão do planejamento, ampliação dos horários de funcionamento de delegacias e delegacias da mulher, além da retomada dos plantões de finais de semana.

Câmara
Na Câmara Municipal de Osasco a violência também foi tema. Foi aprovada moção de apelo à Secretaria de Segurança Pública do Estado para que elucide o mais rápido possível a série de crimes cometidos. “Continuaremos pressionando para que os responsáveis sejam identificados e exemplarmente punidos”, disse a vereadora Mazé Favarão (PT). Também foi aprovada moção de solidariedade às famílias das vítimas.

publicidade

Brasília
Na Câmara dos Deputados, os deputados Valmir Prascidelli (PT-SP) e Reginaldo Lopes (PT-MG) apresentaram requerimento para criar uma comissão para acompanhar as investigações. “Os crimes foram de uma crueldade impressionante e população de Osasco está assustada e com medo. A segurança pública é responsabilidade do governo estadual, mas não podemos deixar que as investigações não cheguem aos responsáveis”, disse Prascidelli.

Comentários