Por uma tonelada a menos

0
Participantes recebem orientações durante 12 semanas para mudança nos hábitos alimentares e físicos / Foto: Divulgação

Participantes recebem orientações durante 12 semanas para mudança nos hábitos alimentares e físicos / Foto: Divulgação
Participantes recebem orientações durante 12 semanas para mudança nos hábitos alimentares e físicos / Foto: Divulgação

publicidade

Carol Nogueira

Neste mês foi iniciada a terceira edição do programa “Barueri menos uma tonelada”, promovido pela Secretaria da Mulher. O projeto visa conscientizar as mulheres de que, com uma mudança nos hábitos alimentares e físicos, é possível levar uma vida mais saudável

publicidade

Durante 12 semanas, as mulheres participam de palestras e praticam atividades físicas para, juntas, perderem peso e alcançarem a marca de menos uma tonelada.

Em parceria com a Universidade Presbiteriana Mackenzie, na 1°, 6° e 12° semanas, as mulheres passam por uma avaliação. São verificadas as medidas e elas recebem os pedidos de exame de sangue para acompanhar os triglicerídeos e glicemia.

Programa visa hábitos saudáveis

publicidade

Barueri-Menos-Uma-Tonelada-O programa é realizado duas vezes por ano, sob responsabilidade de uma profissional em educação física. Durante as atividades, as participantes têm contato com nutricionistas, psicólogas, entre outros na área da saúde.

Com auxílio dos materiais distribuídos e das informações repassadas, a ideia é que as mulheres continuem com os hábitos saudáveis.

Marlene Dutra participou da segunda edição do programa. Ela continua seguindo as dicas que aprendeu e fazendo exercícios.

“Eu achei ótimo esse projeto. Todos os profissionais eram muito atenciosos com as participantes e na época eu perdi três quilos. Hoje continuo me cuidando, tendo uma alimentação saudável e fazendo zumba”, relata.

São disponibilizadas 500 vagas por edição e as interessadas já devem participar de alguma atividade na secretaria. As inscrições para a atual edição já estão encerradas; a próxima está prevista para setembro.

Comentários