Possível mudança de partido de Ralfi agita bastidores políticos de Osasco durante quarentena

0
Vereador de Osasco Ralfi Silva
O vereador Ralfi Silva

Em meio às incertezas causadas pela crise do coronavírus quanto às eleições municipais de 2020, os bastidores da política osasquense estão em quarentena, mas não estão completamente parados. Nesta semana, fontes dentro do Podemos deram como certa a saída do vereador de Osasco, Ralfi Silva, aliado de primeira hora da campanha do prefeito Rogério Lins.

Ralfi estaria de malas prontas para o Republicanos, antigo PRB. O prazo para a mudança termina amanhã, 3 de abril.

A movimentação neste período é vista como natural. É a chamada janela eleitoral, iniciada em 5 de março deste ano, período em que um político dono de mandato pode trocar de legenda sem implicar em punições partidárias que podem culminar com a perda do mandato. As trocas precisam estar finalizadas até seis meses antes da realização do primeiro turno.

Publicidade

Consultado pela reportagem do Visão Oeste, Ralfi não confirmou a mudança. “O único convite que eu posso confirmar é o do prefeito, para continuar no Podemos”, disse, completando que estaria decidindo de fato entre cinco legendas. “Mas vou conversar com nosso grupo e amanhã definimos”, disse.

A dança das cadeiras na Câmara dos Vereadores de Osasco

Desde o início da janela eleitoral, o ex-presidente da Câmara de Osasco, o vereador Elissandro Lindoso – o Dr. Lindoso, e o atual, Ribamar Silva, foram dois nomes notórios a mudarem de legendas com vistas ao pleito de 2020.

Dr. Lindoso deixou o PSDB para ser o pré-candidato a prefeito anunciado do Republicanos, em franca oposição ao prefeito Rogério Lins. Já Ribamar deixou o PRP para engrossar as fileiras do PSD, partido que deve compor com a Podemos numa candidatura à reeleição de Lins.

Comentários