Compartilhar

Na quarta-feira, 1º, deve ser realizada mais uma reunião entre representantes da prefeitura, das empresas de ônibus e da sociedade civil para discutir o valor da tarifa em Osasco. A cidade tem enfrentado protestos contra o reajuste da tarifa, que em dezembro subiu de R$ 3,80 para R$ 4,20.

“Na quarta-feira a gente tem mais uma reunião com técnicos da Viação Osasco e da Viação Urubupungá e da sociedade civil organizada, que tem feito suas manifestações de maneira organizada”, declarou o prefeito Rogério Lins nesta segunda-feira, 30.

Justiça 

Há na Justiça duas ações populares contra o aumento da tarifa em Osasco. Uma delas tem, inclusive, parecer favorável do Ministério Público.

Publicidade

A Justiça já determinou a suspensão do reajuste da tarifa em Cotia, onde o valor havia subido de r$ 3,60 para R$ 4,00.

Em Jandira, o prefeito Paulo Barufi (PTB) revogou o aumento de R$ 3,70 para R$ 4,00 (alta de 8,1%) autorizado pelo antecessor, Geraldo Teotônio, o Gê (PV).

Comentários

Faça seu comentário