Prefeito Rogério Lins declara “tolerância zero” para festas clandestinas e pancadões em Osasco

0
rogério lins osasco
O prefeito de Osasco afirmou que o município continuará fiscalizando eventos clandestinos durante a pandemia / Foto: Reprodução/Redes Sociais

O prefeito de Osasco, Rogério Lins (Podemos), afirmou, na noite desta quarta-feira (14), que a Prefeitura continuará com as ações de fiscalização para inibir festas clandestinas, pancadões e aglomerações durante a pandemia de covid-19.

publicidade

“Não é momento para aglomerações desnecessárias. Muitos desses jovens estão indo parar na UTI ou estão levando o vírus para dentro de casa. Peço perdão para o jovem que quer se divertir agora, mas não é o momento. É tolerância zero, não vamos permitir”, declarou o prefeito, em transmissão ao vivo.

“Estamos no momento mais inadequado do planeta para se aglomerar. É um momento de calamidade pública, de segurança e de pensar em saúde coletiva. Se as pessoas continuarem pensando individualmente, o esforço do poder público não vai adiantar”, continuou Lins, destacando a gravidade da doença que já matou mais de 358 mil brasileiros.

publicidade

Durante a live, o prefeito afirmou que a rede de saúde do município, que chegou a beirar o colapso com mais de 95% de taxa de ocupação dos leitos de UTI, está conseguindo atender toda a demanda de internações. Nesta quarta-feira (14), a taxa de ocupação de leitos de UTI ficou abaixo de 75%, segundo Lins.

“Graças a Deus a gente teve uma queda nos números. Aquela antecipação de feriados foi necessária para que o nosso sistema de saúde conseguisse respirar e não entrar em colapso”, explicou o prefeito, que citou a entrega recente de 30 novos leitos de UTI no Hospital Antônio Giglio.

publicidade

Lins declarou ainda que, até o final de semana, fará mais anúncios importantes sobre as ações de combate à pandemia em Osasco.

FASE VERMELHA// Rogério Lins descarta volta às aulas presenciais em Osasco: “Ainda não é o momento”

Comentários