Prefeitura de Osasco abre 1.200 novas vagas no Transporte Escolar Gratuito (TEG)

Prefeitura de Osasco abre 1.200 novas vagas no Transporte Escolar Gratuito (TEG)

2
Compartilhar
Fotos: Sergio Gobatt

A Prefeitura de Osasco abriu 1.200 novas vagas no serviço de Transporte Escolar Gratuito (TEG). Os pais que quiserem requisitar o benefício devem procurar a escola do filho pessoalmente e preencher um formulário, que será encaminhado para avaliação do Setor de Transporte Escolar Gratuito (TEG), da Secretaria de Educação.

Publicidade

O prefeito Rogério Lins alterou o Decreto Municipal sobre ao TEG, reduzindo a distância entre a residência e a escola dos que alunos a serem atendidos. A distância mínima, que antes era de um quilômetro, passou a ser igual ou superior a 750 metros, ou local de difícil acesso, desde que devidamente justificado. “Trata-se de um avanço significativo para muitos pais e alunos que antes não atendiam a esse critério”, diz a administração municipal.

Atualmente, o TEG transporta 3.300 alunos, já inclusos os cerca de cem estudantes que possuem algum tipo de deficiência, visto que os veículos são adaptados especialmente para a condução de PCDs.

Além disso, todo o itinerário do transporte escolar gratuito conta com uma equipe de monitores que zela pela segurança dos educandos e segue um percurso estabelecido de acordo com as necessidades dos estudantes que aguardam a condução nos pontos de parada já existentes. Os alunos com deficiência partem de suas residências.

Melhorias na frota

Na terça-feira (9), o prefeito Rogério Lins esteve no pátio da Companhia Municipal de Transportes de Osasco e Secretaria de Transportes, na Vila Yara, para vistoriar a manutenção dos veículos feita pela empresa JTP, responsável pela frota dos TEGs.

Publicidade

Dentre as melhorias solicitadas pela Prefeitura e realizadas pela empresa estão a instalação de novas calhas de iluminação dos ônibus e a manutenção dos bancos, além da instalação de câmeras de ré e a renovação dos pneus.

*** ERRATA (15/04, às 16h45):

Diferente do divulgado inicialmente, as melhorias não incluem a instalação de cinto de segurança individual (para cada aluno), que já é item previsto por lei há anos.

Compartilhar


Comentários

2 Comentários

  1. Bom dia…mais uma notícia boa à população. Melhor arrumar do que não ter nenhum ônibus disponível. Aliás, sou do tempo em que não tínhamos uniformes, material escolar e muito menos transporte escolar gratuitos.

  2. Sou transportadora escolar desde o ano de 2002, e no ano de 2005 passei a fazer parte do primeiro ano de implantação de transporte gratuito de Osasco.
    Tudo começou com a COTEMOR (Cooperativa de Transporte Escolar de Osasco e Regiao)..Os pais que tinham uma grande dificuldade de levar seus filhos pra escola, por condicoes financeiras, locais de dificl acesso, ou filhos com mobilidades reduzidas ou PCDs, tiveram a grande oportunidade de nao mais se preocuparem com ausencias em sala de aula. Um projeto que deu certo e que vem ecpandindo e se fortalecendo ano apos ano.
    Parabéns ao prefeito Rogerio Lins, , que esta ajudando a melhorar e aumentar o Transporte Gratuito.
    Um direito de cidadania.Um direito do menor estudantil.
    Por um país justo e melhor, começando por nossa cidade.

Faça seu comentário

Mais notíciasObra interdita faixas da Autonomistas por 45 dias ao lado do Terminal da Vila Yara
Mais notíciasConsumidor pode ter direito a celular reserva para aparelho na assistência técnica durante a garantia