Prefeitura de Osasco anuncia redução de mais de mil servidores

2

11158980_461767137314275_574464394_o

publicidade

A Prefeitura de Osasco anunciou um corte de mais de mil servidores públicos somente no primeiro quadrimestre de 2015. Forçada a se adaptar ao atual cenário econômico, a administração vem realizando um esforço para cumprir sua “lição de casa” e a diminuição do quadro de funcionários é inevitável.

Preocupado com o cumprimento da Lei de Responsabilidade Fiscal, no início do ano o prefeito Jorge Lapas determinou aos setores competentes que realizassem estudos e apontassem onde seria possível fazer ajustes e os inevitáveis cortes.

publicidade

Apenas no primeiro quadrimestre, completado em abril, a Prefeitura de Osasco desligou mais de mil funcionários, a maior parte formada de servidores com contratos por prazo determinado. Na verdade o número é ainda maior, próximo a 3 mil, mas em muitos casos eles têm sido substituídos por novos servidores aprovados no último concurso público, especialmente no setor da educação.

Os funcionários concursados representam uma economia importante na folha de pagamento, pois custam 11% a menos que um contratado. “Não se pode brincar com a Lei de Responsabilidade Fiscal, por isso os ajustes são inevitáveis. Temos feito nossa difícil lição de casa e esperamos que haja uma rápida recuperação da economia para que tudo volte ao normal”, afirmou o prefeito Jorge Lapas.

publicidade

Embora a desaceleração das principais economias globais já repercutisse por aqui com a diminuição do crescimento do PIB nacional, foi somente a partir do segundo semestre de 2014 que os efeitos mais nocivos da crise passaram a ser conhecidos. A diminuição da atividade produtiva se reflete rapidamente nas transações econômicas e, consequentemente, na arrecadação dos governos, como os municipais.

Comentários

2 COMENTÁRIOS

  1. Essa medida do Prefeito Lapas em reduzir o número de servidores na Prefeitura, é bem acertada. Ninguém é a favor do desemprego, mas também, não se deve fazer da Prefeitura um lugar para abrigar quem está sem emprego. O que é preciso, é aproveitar melhor a mão de obra que existe na Prefeitura, isso impede contratação desnecessária.
    Hoje a Prefeitura tem aproximadamente 24 mil servidores, um número bem acima do que é necessário. A solução é fazer mais com menos.

  2. na realidade sempre onde um governo fracassa como foi o nosso e ai e o infeliz trabalhador e jogado na rua como se fosse um lixo ,sei disso pós sofri 40 anos e agora ainda sofro com meu miseravel salario ,o certo era tirar que não tem compentencia pra gerir um pais ,lamentavel e muito triste

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorMetalúrgicos protestam contra projeto das terceirizações
Próximo artigoSessão da Câmara de Parnaíba termina com pancadaria