Prefeitura desativa bases da Guarda para aumentar efetivo nas ruas

0

Viaturas vão estacionar em pontos estratégicos, afirma administração municipal / Foto: Linda Marinho
Viaturas vão estacionar em pontos estratégicos, afirma administração municipal / Foto: Linda Marinho

publicidade

Carol Nogueira

Por meio do requerimento 329, o vereador e presidente da Câmara de Santana de Parnaíba, Nequinho Desanti (SDD) solicitou explicações ao prefeito Elvis Cesar (PSBD) sobre as bases operacionais da Guarda Municipal Comunitária, dos bairros Jaguari, Parque Santana e Aldeia da Serra que foram desativadas. Na sessão do último dia 29, Nequinho enfatizou que ainda não tinha recebido resposta.
Em nota enviada pelo Secretário de Segurança Urbana, Eduardo Espósito, por meio da assessoria de imprensa da Prefeitura, foi informado que os postos não foram desativados, foram transformados em postos de apoio logístico.

Medida foi questionada pelo presidente da Câmara

publicidade

Isso porque os indicadores criminais no município foram considerados baixos. A taxa de delito foi de 848,02 por 100 mil habitantes, inferior às demais cidades da região, de acordo com Secretaria de Segurança Pública do estado de São Paulo.
Ainda segundo a nota, os crimes que mais se destacam na cidade são roubos e furtos, que são combatidos com a prisão de quadrilhas, orientação à população e o patrulhamento dos agentes nas ruas. Por isso a administração decidiu que os homens da Guarda devem ter mais mobilidade e a quantidade de guardas em postos fixos está diminuindo.

As viaturas vão estacionar em pontos estratégicos indicados pela estatística criminal. Também está em processo a criação de três companhias da Guarda, que vão desenvolver operações especiais de segurança.
A primeira ficará na região da Fazendinha e Cidade São Pedro, a outra em Alphaville, Tamboré e Colinas da Anhanguera e a terceira no Centro, São Luís, Parque Santana, Jardim Isaura e proximidades.

publicidade

Comentários