Prefeitura lacra hotel no centro de Osasco

0

Um hotel com 16 quartos, utilizado principalmente para curta permanência, foi lacrado na tarde de sexta-feira, 12, por apresentar diversas irregularidades. A operação envolveu a Secretaria Municipal de Segurança e Controle Urbano da Prefeitura de Osasco (junto com o Departamento de Controle Urbano), a Guarda Civil Municipal, a Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal da Saúde e a Polícia Militar. A operação foi deflagrada a partir de denúncias feitas à Secontru.

publicidade

A interdição do Hotel Autonomista, na região central, aconteceu a partir de infrações flagradas pela equipe da Vigilância Sanitária. No local, havia alimentos vencidos e outros sem procedência, a fiação elétrica estava exposta em diversos cômodos, as paredes de setores como lavanderia, dispensa e copa e os armários para guardar roupas de cama estavam mofados, havia buracos no teto e escadas de madeira bloqueando saídas. Foi constatado ainda que o hotel não dispunha de roupas de cama suficientes para trocas durante todos os períodos de saída de hóspedes e que os produtos usados para lavagem dessas peças não eram adequados.

Apreensões feitas no local. Foto: José Barbosa
Apreensões feitas no local. Foto: José Barbosa

 

publicidade

No escritório do hotel também foram apreendidos um revólver calibre 38 com numeração raspada, cápsulas de calibres 38, 22 e 32, algumas delas deflagradas, e ainda R$7.237 em dinheiro. A procedência da arma, das munições e das cédulas será apurada pela polícia.

Outra irregularidade foi a presença, no local, de uma menor de idade. A garota, de 15 anos, estava desacompanhada dos pais. Uma senhora, que também trabalhava no hotel, se apresentou como suposta avó. A menina foi encaminhada ao Conselho Tutelar, enquanto a avó foi levada, junto com representantes do estabelecimento, à delegacia onde o caso foi registrado, para prestar esclarecimentos.

publicidade

“Essa é mais uma operação que atende à política de tolerância zero com irregularidades determinada pelo prefeito Jorge Lapas. Vamos continuar atentos a todo tipo de infração”, afirmou o secretário de Segurança e Controle Urbano, André Santiago, que acompanhou a ação no local.

Por meio dessa política de tolerância zero também estão sendo fiscalizados estabelecimentos comerciais, principalmente casas noturnas, para verificação de existência do Auto de Vistoria dos Bombeiros. Ela envolve ainda blitze para coibir o despejo irregular de entulho nas ruas e o comércio irregular na cidade, dentre outras infrações.

Hotel tinha várias irregularidades. Foto: José Barbosa
Hotel tinha várias irregularidades. Foto: José Barbosa

 

Comentários