Início Cidades Presidente critica “besteiras” e vice diz que temeu ter “imagem maculada”

Presidente critica “besteiras” e vice diz que temeu ter “imagem maculada”

0
“Ele deve estar falando besteiras por aí, mas não posso me manifestar”, afirma Libânia / Foto: Francysco Souza

“Ele deve estar falando besteiras por aí, mas não posso me manifestar”, afirma Libânia / Foto: Francysco Souza
“Ele deve estar falando besteiras por aí, mas não posso me manifestar”, afirma Libânia / Foto: Francysco Souza

publicidade

William Galvão

Na segunda-feira, 10, o Conselho Seccional da Ordem dos Advogados do Brasil de São Paulo (OAB), decidiu, por meio de liminar, promover o afastamento da diretoria da subseção de Osasco pelo prazo de 60 dias. A assessoria de imprensa do órgão disse apenas que o fato aconteceu “diante dos graves desentendimentos entre os dirigentes”.

publicidade

Os desentendimentos fizeram a diretoria se dividir em dois grupos. O grupo da presidente afastada, Libânia Aparecida da Silva, junto com o secretário-geral José Gomes Carnaíba e o secretário-adjunto Helber Daniel Rodrigues Martins. E o grupo do vice-presidente Antônio Carlos Fernandes, com o tesoureiro Helio Caetano da Cruz.

O vice-presidente Antônio Carlos disse que o afastamento ocorreu após “um ato de uma representação que eu fiz conta a Libânia, para tentarmos resolver uma série de problemas”. Segundo ele, “foi preciso recorrer à seccional por conta da falta de diálogo [com a presidente], atitudes dela que poderiam macular a minha imagem”. Ele afirma que “embora eu não concorde com isso, a seccional nos proíbe de comentar o caso”.
Já a presidente Libânia Aparecida não quis comentar o racha por conta da proibição. “Ele [Antônio Carlos] deve estar falando besteiras por aí, mas me desculpa, eu não posso me manifestar”.

publicidade

Nota
De acordo com nota divulgada pelo presidente da OAB-SP, Marcos da Costa, a medida tem o objetivo de restaurar a harmonia na subseção e não representa prejuízo para o órgão. As acusações recíprocas estão sendo apuradas sob sigilo.
No período de afastamento, a subseção é administrada pelos conselheiros seccionais Fábio Marcos Bernardes Trombetti, Antônio Carlos Delgado Lopes e Maurício Januzzi Santos.

Comentários

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorVisão na Rede
Próximo artigoVereador diz que dinheiro custearia conserto de veículo