Presidente da Câmara de Osasco tem saída temporária da prisão negada pela Justiça

0
O vereador Jair Assaf

O presidente afastado da Câmara de Osasco, Jair Assaf (PROS), teve o pedido de saída temporária da penitenciária de Tremembé, no interior paulista, negada pela Justiça. Ele é um dos 11 vereadores do município que estão presos deste o dia 6, em ação da Operação Caça Fantasmas, do Ministério Público (MP) estadual.

publicidade

Na decisão, a juíza Ana Paula Achoa Mezher, da 2ª Vara Criminal de Osasco, declara: “A saída temporária prevista no artigo 122, da Lei de Execução Penal é incompatível com a prisão preventiva. Trata-se de benefício de execução penal, destinado aos presos que cumprem pena em regime semiaberto”.

Operação Caça Fantasmas 

O MP acusa 14 vereadores de Osasco de fazerem parte de um suposto esquema de contratações de funcionários fantasmas para ficar com parte dos salários.

publicidade

Comentários

publicidade