Primeira fase da iluminação de Led na Autonomistas é entregue

0
Foto: Filipe Nunes

A principal via de Osasco agora está de cara nova com mais visibilidade e segurança aos pedestres e motoristas que por ela trafegam, tudo isso levando em conta a eficiência energética. O prefeito de Osasco, Jorge Lapas, entregou, na noite de quinta-feira (08/10), a primeira fase da troca das lâmpadas de vapor de sódio por lâmpadas de LED (Diodo Emissor de Luz) da avenida dos Autonomistas.

publicidade
"Esse tipo de iluminação é mais eficiente, economiza energia em relação a de vapor de sódio a economia chega a um terço do gasto”, doiz prefeito Jorge Lapas / Foto: Filipe Nunes
“Esse tipo de iluminação é mais eficiente, economiza energia em relação a de vapor de sódio a economia chega a um terço do gasto”, doiz prefeito Jorge Lapas / Foto: Filipe Nunes
Desde a semana passada, funcionários da Secretaria de Serviços e Obras (SSO) trabalharam das 22h às 6h da manhã para realizar as substituições das luminárias. Ao todo, serão 370 novas lâmpadas e a previsão para o término dos serviços é de 40 dias.

Jorge Lapas percorreu a avenida, entre o Viaduto “Metálico” Reinaldo de Oliveira até o Terminal do Vila Yara, onde conversou com pedestres, comerciantes, estudantes e falou sobre a importância das melhorias para os cidadãos. “Primeiro esses investimentos melhoram a segurança. Esse tipo de iluminação é mais eficiente, economiza energia em relação a de vapor de sódio a economia chega a um terço do gasto”, explicou Lapas.
Entre outras vantagens, como ter maior potencial de iluminação e garantir, assim, mais segurança na via, as novas lâmpadas possuem maior vida útil, cerca de 50 mil horas, reduzindo consequentemente o custo de manutenção. Além disso, a economia no consumo de energia das lâmpadas de led é pelo menos 50% menor que as utilizadas hoje na cidade e por isso a intenção da prefeitura é estender essa iniciativa para outros locais, como já aconteceu com o bairro Presidente Altino e a avenida Bandeirantes. As próximas vias a receberem as lâmpadas de led serão as ruas Dona Primitiva Vianco e Antônio Agú, no trecho onde não é calçadão.
Segundo estudos da Universidade Federal do Paraná (UFPR), a iluminação pública é responsável pelo consumo de 20% de toda a energia gerada pelas centrais elétricas, então a substituição do modelo atual por uma nova tecnologia, LED, significa menos combustível fóssil sendo consumida e CO2 lançado no ar, além de economia para os cofres públicos.

publicidade
Comentários