Procon-SP: descontos enganosos e falta de estoque marcaram Black Friday

1

Nos canais de atendimento disponibilizados pela fundação (151, site e redes sociais), foram registrados 1.079 atendimentos pelo Procon-SP nesta Black Friday. As maiores demandas foram: maquiagem de desconto (desconto oferecido sobre o preço do produto/frete não é real); produto/serviço oferecido não está disponível (estoque terminado); mudança de preço ao finalizar a compra (carrinho) – que somaram 76% do total. Veja aqui.

publicidade

Equipes de fiscalização da capital e dos núcleos regionais do Procon-SP, órgão vinculado à Secretaria da Justiça e da Defesa da Cidadania, visitaram, nos dias 23 e 24 de novembro, 171 estabelecimentos que participaram da Black Friday. Foram encontradas irregularidades em 89 locais.

Na operação, as irregularidades mais encontradas foram ausência ou inadequação na informação de preços e descumprimento da oferta. Na capital, das 23 lojas físicas fiscalizadas, 18 foram autuadas; veja aqui a lista dos estabelecimentos com irregularidades.

publicidade

O Procon-SP também fiscalizou sites que participaram da promoção, além de averiguar as denúncias dos consumidores. As denúncias e os problemas verificados, como maquiagem de desconto, descumprimento da oferta, publicidade enganosa, mudança de preço ao finalizar a compra, pedido cancelado e valor elevado do frete, serão analisados e, se constatadas irregularidades, as empresas serão autuadas.

publicidade

Comentários