Profissionais da educação podem se vacinar neste fim de semana contra a covid-19 em Osasco

0
vacina covid osasco
Marcelo Deck

A Prefeitura de Osasco antecipou a vacinação dos profissionais da Educação contra a covid-19 para este sábado (10), e domingo (11), em drive-thru no estacionamento da Prefeitura. A imunização, para trabalhadores da área a partir de 47 anos, será feita das 9h às 16h, paralelamente à vacinação dos idosos com 67+ agendados no 156.

publicidade

O profissional da Educação deverá apresentar, no momento da vacinação, o comprovante de autorização VacinaJá Educação, o RG e CPF para conferência dos dados pelo agente de saúde.

Também será preciso fazer o agendamento de horário na Central 156. Por isso, o cadastro é primordial para o profissional ser vacinado. Caso não apresente o comprovante VacinaJá Educação ou caso seu número de CPF não conste no comprovante apresentado, e não tenha agendado horário no 156, a pessoa não poderá ser imunizada.

publicidade

A partir de segunda-feira (12), os profissionais de educação de Osasco deverão seguir o cronograma de imunização municipal, de acordo com o calendário disponibilizado pelo Estado para os profissionais da Educação, que segue as seguintes datas e faixas etárias:

65 ou mais –  de 12/4 a 14/4

publicidade

60 ou mais  – de 15/4 a 16/4

55 ou mais – 19/4 a 21/4

50 ou mais  – 22/4 a 23/4

47 ou mais – a partir de 26/4

Nas UBSs os profissionais deverão apresentar a mesma documentação acima informada para tomar a vacina contra a covid-19. Nesse caso, não é preciso agendar horário no 156.

Regras de vacinação dos profissionais da Educação

Professores, diretores, merendeiras, faxineiras, cuidadores e demais profissionais que trabalham na área da educação devem preencher um cadastro para tomar a vacina contra covid-19. O cadastro deve ser preenchido no site https://vacinaja.sp.gov.br, na aba PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO.

Na primeira etapa da vacinação contra a covid-19 serão vacinados servidores e funcionários com idade a partir de 47 anos, das redes estadual, municipal ou privada.

No cadastro, os profissionais devem preencher dados como número do CPF, nome completo e e-mail. Após essa etapa, ele deverá receber um link por e-mail e validá-lo. Depois disso, o profissional vai precisar confirmar seus dados pessoais e indicar o nome da escola, a rede de ensino, o município e cargo ocupado.

Para evitar fraudes, será preciso anexar os holerites dos meses de fevereiro e março. Na sequência, o cadastro será analisado e, se validado, o profissional vai receber, em seu e-mail, o comprovante VacinaJá Educação, com um QRCode para verificação de autenticidade.

ERRATA: Diferentemente do publicado inicialmente, a vacinação neste fim de semana abrange profissionais da Educação a partir dos 47 anos e não toda a categoria. O texto foi corrigido, às 20h07 de 09/04.

Comentários