Projeto de lei quer proibir atraso para o início de shows

0
atraso show
Em outubro, Naiara Azevedo foi vaiada pelo público em Ijuí (RS) após atraso de cerca de três horas para o início de show / Foto: divulgação

Em tramitação na Câmara dos Deputados, o Projeto de Lei 6254/19 torna obrigatório o cumprimento de horário de início de shows e apresentações públicas, com tolerância de uma hora. Pelo texto, os responsáveis pela organização de shows ou apresentações públicas remuneradas ficam sujeitos ao pagamento de multa em caso de atraso.

De acordo com a proposta, a multa será equivalente a 10% da arrecadação total bruta da apresentação e deverá ser aplicada pelo Procon do município onde ocorreu o evento ou pelo Procon estadual e deve ser destinada ao Fundo de Defesa de Direitos Difusos.

O autor da proposta, deputado Charles Fernandes (PSD-BA), explica que a motivação para apresentar a proposição é o respeito ao consumidor.

Publicidade

“O cidadãos compra os ingressos antecipados, enfrenta o trânsito e a multidão para chegar ao local do evento, chega mais cedo para poder prestigiar o evento desde o começo, e no final de tudo, é frustrado com a postergação do início do show, na maior parte das vezes sem nenhuma explicação plausível”, argumenta o parlamentar.

“O cumprimento do horário marcado para o início de uma apresentação pública é um sinal de respeito e consideração para com o consumidor e deveria ser algo a que os promotores e organizadores”, completa o autor do projeto.

Tramitação

O projeto, que tramita em caráter conclusivo, será analisado pelas comissões de Cultura, de Defesa do Consumidor; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Agência Câmara Notícias

Comentários