Projeto determina que novos motoristas possam tirar CNH sem passar por autoescola

7
cnh autoescolas
Foto: Lia de Paula / Agência Senado

Um projeto de lei (PL) em tramitação na Câmara dos Deputados estabelece que os novos motoristas possam tirar carteira nacional de habilitação (CNH) sem precisar passar pelas autoescolas. A proposta determina que as aprendizagens prática e teórica possam ser realizadas de forma autônoma e as aulas práticas possam ser ministradas por qualquer condutor habilitado há mais de três anos.

publicidade

O PL 3.781/ 2019 foi apresentado no fim de junho pelo deputado federal General Peternelli (PSL-SP). Na Justificativa da proposta, ele argumenta que o atual sistema para habilitação de motoristas no país “se mostra absolutamente desconexo com as melhores práticas adotadas em nível internacional”.

O parlamentar alega ainda que “na grande maioria dos países, as autoescolas existem, mas a frequência nos cursos por elas ministrados é opcional”.

publicidade

“O candidato pode realizar toda a sua formação de maneira autônoma e realizar as provas junto ao órgão de trânsito. Se aprovado em todas as etapas, terá o direito de receber a sua habilitação, assim como qualquer outro cidadão que opte por realizar o processo por meio de um centro de formação de condutores”, continua General Peternelli.

“A obrigatoriedade de frequência às aulas, tanto teóricas quanto práticas, tornou o processo de habilitação extremamente caro no Brasil. Dependendo da quantidade de aulas práticas ministradas, esse custo pode facilmente chegar aos três mil reais, um valor incompatível com os ganhos da grande maioria dos cidadãos brasileiros, principalmente os jovens”, analisa o deputado autor do projeto que estabelece que os novos motoristas possam tirar carteira nacional de habilitação (CNH) sem precisar passar pelas autoescolas.

publicidade

Mudanças

Recentemente o governo federal decidiu tornar facultativo o uso de simulador de direção nas autoescolas para a obtenção da CNH.

Além disso, o presidente Jair Bolsonaro apresentou à Câmara dos Deputados projeto que altera, de 20 para 40, o limite máximo de pontos que um motorista pode acumular, em até 12 meses, sem perder a licença para dirigir.

Além disso, no caso de motoristas até 65 anos, a proposta quer dobrar a validade da habilitação dos atuais cinco para 10 anos, entre outras mudanças.

Comentários

7 COMENTÁRIOS

  1. Um projeto interessante. Quando tirei a minha CNH, mais ou menos no ano de 1985, não existia a obrigatoriedade de aulas em autoescolas. Era facultativo. Comprávamos o livro com toda a matéria cobrada. Estudávamos o que era cobrado, com regras de circulação de transito e as leis pertinentes e mais os conhecimentos básicos sobre o funcionamento dos veículos. Aprendíamos a condução com pessoas habilitadas e fazíamos as provas com os examinadores do Detran. As provas eram orais. Hoje para se tirar uma CNH fica dispendioso, os candidatos passam pelas autoescolas, o preço nem sempre é acessível. Os candidatos terminam e pagam o curso (Curso de Formação de Condutores, saem despreparados para o exame. Deveriam ser avaliados também nas autoescolas e receberem um diploma ou certificado. Se não estiverem capacitados deveriam ser reprovados pela autoescola e não serem encaminhados sem condições para os exames. Os instrutores das autoescolas possuem capacidade de avaliação também, no entanto, após as aulas obrigatórias o entendimento é que ele já poder fazer as provas com os examinadores do Detran; ai, é um Deus nos acuda no dia dos exames. Tenho pena até dos examinadores, pois, correm inclusive risco de vida. É uma falta de respeito com quem paga e não sai capacitado. Critico também os cursos para motoristas já habilitados, pois, não entendo essa definição.
    ´

  2. Alguns de vcs não dão aumento a seus instrutores a mais de três anos. Sera que vcs vão se importa com a saída desses funcionários e ve-los trabalhando por conta propria?

  3. Boa tarde a todos, sabemos que esta havendo comentarios contrario a essa. Pl pois querem continuar esse monopolio de tirar a cnh a esse preço, lembramos que os instritores tem o direito dr escolher trabalhar para si mesmo ou set um emprrgado de uma determinada instituição que não da o devido vslor a seus instrtores.Agora teremos poder prs negociar com determinada autoescolas que a muito não resjustam o salario de seu funcionarios. São três anos sem reajustes.

  4. Como uma pessoa habilitada vai entregar seu veículo a outra sem habilitação,sendo que no CTB diz ser infração entregar veículo a uma pessoa não habilitada.
    Tá de sacanagem…..por este parlamentar pra ensinar o pessoal com seu veículo ,tnc msm.

  5. Em um país onde o governo não conseguiu incluir a educação do trânsito nas escolas, onde os motoristas com todas as cobranças continuam a cometer infrações e desrespeitam os pedestres, so levará o país a mais números negativos e dar referência com países de primeiro mundo e facil ( onde tem educação nas escolas, frota 100% automática ) Quer melhorar o preço deputado ? É fácil, reduz as taxas cobradas pelo Detran, Impostos nos veículos, IPVA, impostos da folha de pagamento, ai vc vai ver o preço reduzir sem gerar desemprego !!!!!! Aproveita e reduz os salários dos governantes, os benefícios e a farra do dinheiro público nos gabinetes.. Vocês querem e facilitar para ganhar e votos !!!

DEIXE UM COMENTÁRIO

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Artigo anteriorO Boticário lança Malbec Black
Próximo artigoHoróscopo do Dia | Previsões de hoje (03/07) para o seu signo