Quatro mortos e um ônibus incendiado na região

0

PM contém protesto em bairro que teve ataque de grupo de extermínio na madrugada / Foto: Marcos Bezerra/Futura Press/Folhapress
PM contém protesto em bairro que teve ataque de grupo de extermínio na madrugada / Foto: Marcos Bezerra/Futura Press/Folhapress

publicidade

Um ônibus foi incendiado na noite desta quinta-feira, 18, na avenida José Barbosa de Siqueira, no Jd. Padroeira, em Osasco. Duas equipes de bombeiros foram até o local e o incêndio foi controlado às 19h40. Ninguém ficou ferido. Duas escolas da região tiveram as aulas suspensas no período noturno.

Grupo ateou fogo a ônibus no Padroeira

Há suspeitas de que o incêndio tenha sido provocado por um grupo de moradores em protesto após mais uma madrugada violenta na região. Quatro pessoas morreram em três ataques, realizados num de 15 quilômetros e intervalo de meia hora, em Osasco e Carapicuíba, na madrugada de quarta para quinta-feira, 18. No total, foram 11 pessoas baleadas nos ataques. As outras vítimas estão internadas em hospitais da região.

publicidade

Os crimes teriam sido cometidos pelas mesmas pessoas, quatro homens encapuzados que estavam em um carro de cor prata. A autoria e a motivação estão sendo investigadas pela Polícia Civil.
A série de crimes começou na rua Sunamita, no Jardim Padroeira, onde quatro pessoas que estavam em frente a um bar foram baleadas, entre os quais Diego Lira, de 18 anos, que morreu.

Depois, duas pessoas foram baleadas na Praça José Gonçalo da Silva, no Jardim Novo Horizonte, em Carapicuíba. Davi Cabo, de 34 anos, foi morto. Em seguida, mais cinco pessoas foram baleadas um quilômetro depois, na rua Júpiter, com as mortes de Valdenir Messias da Rocha, 19 e Bruno Carvalho Santos, 20.

publicidade

Comentários