Ratinho pode ser processado por vídeo em que ataca “exagero de viado” na Globo

0
Foto: reprodução

A Defensoria Pública de São Paulo entrou com uma representação contra o apresentador Ratinho, pelo vídeo publicado por ele em suas redes sociais falando que a emissora da Globo tem “exagero de viado”.

publicidade

O órgão quer que a Secretaria da Justiça e a Defesa da Cidadania do estado instaure um processo administrativo contra ele pela forma pejorativa a que se referiu aos homossexuais na postagem, mesmo tendo se retratado em seguida. De acordo com a Defensoria, ele reforça a “ideia negativa e discriminatória do termo”.

LEIA MAIS: “É MUITO VIADO” DIZ RATINHO EM VÍDEO SOBRE NOVELAS DA GLOBO

publicidade

“Além disso, Carlos Roberto Massa ressalta no vídeo que, para ele, seria um grande problema uma emissora de televisão exibir personagens homossexuais em sua programação”, completa a petição, que também exige a aplicação de uma multa com base na Lei Estadual nº 10.948 de 2001, que dispõe de punições em casos de preconceito por orientação sexual.

Tudo começou quando o apresentador do SBT afirmou que a rede Globo apresenta um “exagero de viado”, nas suas novelas, se referindo à quantidade de personagens LGBT presentes nas produções da emissora.
“É muito viado: é viado às seis da tarde, é viado às oito da noite, é viado às nove da noite, é viado às dez da noite, é muito viado. Eu não sei o que está acontecendo, não tem tanto viado assim. Ou tem? Será?”, diz o comediante no vídeo.
A publicação gerou diversos comentários contra e a favor do artista, rendendo mais de 300 mil visualizações no vídeo e 10 mil comentários.

publicidade

Depois da repercussão, Ratinho fez uma publicação pedindo desculpas pelo que ele falou no vídeo anterior: “Em nenhum momento eu quis ofender nenhum gay”, diz Ratinho no vídeo. “Fiz uma brincadeira para a gente brincar na internet. Lamentavelmente algumas pessoas não entenderam assim. Quero mandar um abraço e dizer que respeito todo mundo”.

Comentários