Região gera 4.246 vagas entre janeiro e abril

0
Construção civil colaborou para bons resultados em Osasco, Barueri e Carapicuíba / Foto: Eduardo Metroviche

Construção civil colaborou para bons resultados em Osasco, Barueri e Carapicuíba / Foto: Eduardo Metroviche
Construção civil colaborou para bons resultados em Osasco, Barueri e Carapicuíba / Foto: Eduardo Metroviche

publicidade

Nos primeiros quatro meses do ano, juntas, as 12 cidades da região tiveram um saldo positivo de 4.246 vagas de emprego formais. Os dados são do Cadastro Geral de Emprego e Desemprego, do Ministério do Trabalho, divulgado esta semana.

Osasco teve saldo de 892 vagas geradas. No setor de serviços foram 688 contratações a mais, indústria da transformação teve 508 e construção civil, 224. Já o comércio teve 423 vagas a menos.
Em Barueri o saldo foi de 345, com destaques para as áreas de serviço industrial (+ 839), construção civil (+ 686) e comércio (+ 286). Por outro lado, o setor de serviços perdeu 1.651 vagas entre janeiro e abril na cidade.
Carapicuíba teve 323 vagas criadas, com destaques para o comércio (+ 193) e construção civil (+ 100).

publicidade

Os destaques na geração de vagas no quadrimestre na região foram Taboão da Serra (+ 1.144 vagas), Embu das Artes (+ 1.141) e Santana de Parnaíba (+ 1.013).
Já Itapevi perdeu 1.519 vagas. O setor do comércio teve a maior baixa: – 1.427 vagas. Cotia também teve saldo negativo: – 245 (veja o saldo de todas as cidades da região na tabela).

Desemprego é o menor para abril desde 2002

publicidade

O desemprego em abril chegou a 5,8% (1,4 milhão de pessoas) nas seis regiões metropolitanas investigadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A taxa de desocupação apresentou seu menor valor para o mês desde o início da série histórica, em 2002.
A Pesquisa Mensal de Emprego, divulgada nesta quinta-feira, 23, aponta que houve estabilidade tanto em relação a março (5,7%) quanto a abril do ano passado (6%).

tabela

Comentários